Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/Santiago Sul: PAICV considera que há uma “ideia ilusória” de que há mais segurança no país

Cidade da Praia, 08 Abr (Inforpress) – O número três da lista da candidatura do PAICV para o círculo eleitoral de Santiago Sul afirmou hoje que há uma “ideia ilusória” de que há segurança em Cabo Verde e denunciou o descrédito das pessoas na justiça.

Em conversa com os jornalistas, Julião Varela, que tem privilegiado o contacto com a zona Este do município da Praia, disse que a informação, segundo a qual o país está mais seguro, não corresponde à realidade dos factos.

“O governo governa só com estatísticas, só com números. Um caso que aconteceu numa zona e que não foi apresentado às autoridades, não tem registo, mas para a população fica. Portanto, está a escapar ao governo aquilo que é a realidade que as pessoas estão a viver”, disse.

O candidato do PAICV indicou que muitas pessoas deixaram de apresentar queixas, porque os casos não estão a ser resolvidos.

“Portanto, as pessoas já perderam a esperança, já desanimaram e esses casos não aparecem nas estatísticas e dá uma ideia ilusória de que há mais segurança”, explicou.

Julião Varela salientou que o PAICV defende um “policiamento de proximidade”, que foi prometido pelo governo sustentado pelo MpD dos últimos cincos anos, mas que não foi cumprido.

“Normalmente, quando há problemas de criminalidade as pessoas chamam a polícia, mas infelizmente esta não chega à hora e as pessoas desistem. Portanto, a realidade é completamente diferente, e o PAICV está ciente disso e quando estiver no Governo vai tomar as medidas necessárias”, prometeu.
J

ulião Varela considera que o aumento da criminalidade é fruto do desemprego e da falta de ocupação dos jovens, mas acredita também que seja fruto do mau funcionamento da justiça em Cabo Verde.

“Os casos não são resolvidos. O Caçu body, neste momento, já virou o pão-nosso de cada dia e já ninguém se queixa, porque as pessoas estão a ficar impunes e isto acaba por agudizar esse problema de insegurança e injustiça no país” sustentou.

Neste sentido, para além da necessidade de um polícia apeado para a fiscalização, sobretudo, nas zonas mais críticas, defendeu a necessidade de uma justiça mais célere para atacar e resolver os casos e punir os infractores.

A par disso defendeu outras políticas sociais de reinserção para ajudar aqueles que caíram na situação de criminalidade a deixar o crime e todos possam viver tranquilamente.

Às legislativas do dia 18 de Abril para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

O PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

MJB/JMV
Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos