Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/Santiago Sul: PAICV acusa Governo de “falta de respeito” e “discriminação” à Câmara da Praia

Cidade da Praia, 07 Abr (Inforpress) – A candidatura do Partido Africano de Independência de Cabo Verde (PAICV) para o círculo eleitoral de Santiago Sul acusou hoje o actual Governo sustentado pelo MpD de discriminação à Câmara Municipal da Praia.

A denúncia partiu do número três da lista de candidatura, Julião Varela, em Achada Grande Frente, onde fez questão de mostrar e explicar que obras do Programa Requalificação, Reabilitação e Acessibilidades (PRRA), organizadas no âmbito do financiamento do Governo, estão suspensas porque o executivo deixou de transferir as verbas.

“Este é um grave problema que demonstra o grande desprezo e discriminação para a zona de Achada Grande Frente. Nas vésperas da campanha eleitoral, foram iniciadas as obras de arruamentos. Infelizmente, logo depois das eleições, como o MpD perdeu as eleições na câmara municipal da Praia, decidiram paralisar esta obra”, acusou.

Julião Varela indicou que há ainda outras obras do PRRA que estão paralisadas porque o Governo deixou de transferir as verbas do programa para a Câmara Municipal da Praia.

Por isso mesmo, pediu às pessoas de Achada Grande Frente que, no dia 18 de Abril, votem no PAICV para que o partido volte a governar e junto com a câmara municipal possam retomar as obras e repor a acessibilidade nas ruas.

O candidato do PAICV ao cargo de deputado salientou que Achada Grande Frente é uma zona com muitos problemas, nomeadamente a nível do saneamento básico.

“Apenas uma metade da população tem acesso à rede de esgoto. Houve anúncios, várias vezes, do Governo do MpD, no sentido de colocar rede de esgoto na zona, mas infelizmente não aconteceu. Temos muitas pessoas sem casa de banho para satisfazer das suas necessidades básicas”, lamentou, garantindo que o PAICV no Governo vai apoiar as famílias na construção de casas de banho e na reabilitação das suas habitações.

Julião Varela apontou ainda para o problema de insegurança, provocado, sobretudo, por jovens desempregados.

“Por isso é que todas as pessoas têm as suas casas com grades e as pessoas com dificuldades de circular durante a noite ,porque em alguns sectores há défice de iluminação pública”, disse.

Para solucionar o problema de insegurança, para além de dar ocupação e rendimento aos jovens, o PAICV propõe um policiamento de proximidade, com a instalação de uma esquadra policial na zona de Achada Grande Frente.

Às legislativas do dia 18 de Abril para eleição de 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

O PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

MJB/JMV
Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos