Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/Santiago Norte: PTS sugere democratização do acesso ao crédito para sector informal

Tarrafal, 08 Abr (Inforpress) – O PTS em Santiago Norte criticou a política virada para a economia informal dos sucessivos governos e propôs a democratização do acesso ao crédito aos trabalhadores do sector informal para que possa garantir a sustentabilidade desta classe.

“Para as pessoas que laboram no sector informal, propomos a democratização do acesso ao crédito, que passa pelo registo das suas actividades, tendo em conta que não têm nenhum registo ou documentação que provam que estão a exercer uma actividade como a de uma empresa que paga imposto”, propôs o cabeça-de-lista do Partido do Trabalho e da Solidariedade (PTS) por Santiago Norte, Cláudio de Sousa.

Em declarações à Inforpress, Cláudio de Sousa, que cancelou as actividades agendadas para hoje, em Achada Tenda, para dedicar-se na conclusão do manifesto do partido que concorre para eleger deputados e não Governo, disse acreditar que estando registado, que este público alvo vai ter acesso ao crédito nas instituições de micro-créditos ou afins.

Se tal acontecer, afiançou que o negócio dessa classe vai “ganhar outro oxigénio”, isto porque, sustentou, vão ter um fundo de maneio que vai garantir a sustentabilidade dos seus negócios.

O outro caminho para que este sector possa ser no futuro um “grande negócio”, que segundo ele passa pela formação nos mais diversos domínios, sobretudo, mostrando-os o “caminho do empreendedorismo”, no verdadeiro sentido da palavra e não os que se tem vindo a ser implementado no País.

“Os programas de empreendedorismo implementados nos últimos tempos pelos sucessivos governos foi uma forma encontrada para manter o nosso povo na pobreza para poderem tirar proveito político na altura das eleições”, lamentou.

No entanto, considerou que o empreendedorismo é um ramo promissor para quem tem uma formação e boa visão de mercado competir com os concorrentes e conseguir ser um bom empresário.

Para esta sexta-feira, o candidato do PTS vai estar em Covão Sanches e Ponta Gato, localidades onde nasceu e cresceu, para pedir o fim da maioria absoluta para MpD ou PAICV e voto de confiança nesse partido liderado por jovens.

Às legislativas do dia 18 de Abril, para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais 10 no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

FM/DR

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos