Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021: Para mudar Cabo Verde João Além (PSD) tem na educação o pilar do desenvolvimento

Cidade da Praia, 25 Mar (Inforpress) – O presidente do Partido Social Democrático, cabeça de lista do PSD para o círculo de Santiago Sul às eleições legislativas de 18 de Abril, João Além, destacou a educação como a chave para o desenvolvimento de Cabo Verde.

João Além falava à Inforpress no âmbito da sua candidatura às próximas eleições legislativas, tendo avançado que a sua campanha vai ser porta a porta, pautada pelo respeito e cumprimento das medidas de segurança impostas face à pandemia da covid-19.

No seu compromisso com Cabo Verde, o líder do PSD, que candidata-se pela quinta vez às eleições legislativas, adiantou que antes de qualquer política é “preciso mudar tudo”, pois, “da forma como está não pode continuar” visto que o povo “grita por uma solução”.

Acreditando ser a solução que o povo espera para “salvar” o arquipélago, João Além promete ter o sector da educação como pilar das mudanças, pois segundo disse, os alunos cabo-verdianos ao saírem das universidades não estão preparados para dar respostas às necessidades do país.

“O ensino terá de ser reformado e transformado, assim como o sector da saúde e trabalho, para que possa haver desenvolvimento”, defendeu, salientando que o arquipélago precisa de um governo com medidas renovadoras.

Para o sucesso do compromisso e da candidatura do PSD, João Além disse ter apresentado um programa que reflecte, justamente, a grandeza do desafio que o partido tem pela frente, mas também a confiança necessária para o encarar caso for eleito.

“Um programa que prioriza a dignidade do ser humano e as respostas que se exigem à sua realização e autodeterminação e que aposta firme no empoderamento das pessoas através da Educação e da Cultura enquanto ferramentas centrais na construção de uma sociedade”, asseverou.

A visão dos sociais-democratas, segundo frisou, é repor tudo quanto se vendeu do país nos sectores de transportes e dar combate à corrupção, pelo que afirma “só o PSD está preparado para fazer este trabalho”.

Em busca de um assento legível no parlamento cabo-verdiano, João Além compromete-se a fazer diferença nos momentos de votação na Casa Parlamentar, uma vez que o seu partido “só irá votar o que melhor servir ao interesse do povo cabo-verdiano nas ilhas e na diáspora”.

João Silvestre Além nasceu a 27 de Março de 1936 na cidade do Mindelo, São Vicente, fez os estudos secundários no liceu Gil Eanes em 1957, onde concluiu o antigo 7º ano. Posteriormente partiu para Portugal onde, em 1980, se formou em Administração e Contabilidade no Instituto de Administração e Contabilidade, em Lisboa.

Em São Vicente, antes de entrar para o liceu, devido à situação económica precária da família, João Além teve de trabalhar para ajudar nas despesas da casa. Passou pela função pública e leccionou no Liceu Adriano Moreira, actual Liceu Domingos Ramos, e no seminário de São José.

Na altura da independência, seguiu para clandestinidade onde juntamente com outros amigos fundaram, em 1978, a UCID (União Cabo-verdiana Independente e Democrática), tendo depois do primeiro congresso, decidido deixar o partido e fundar o PSD, em 1992.

Nas eleições de 18 de Abril, o PSD concorre em quatro dos 13 círculos eleitorais – Santiago Sul, onde João Além é cabeça de lista, Santiago Norte, África e América.

Às legislativas de 18 de Abril para eleição dos 72 deputados, em 13 círculos eleitorais, dez no país e três na diáspora, concorrem seis partidos, sendo PAICV, MpD e UCID em todos os círculos, PP em seis círculos – Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e três diáspora, PTS também em seis círculos – São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora, e PSD em quatro círculos – Santiago Norte, Santiago Sul, América e África.

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o MpD, liderado por Ulisses Correia e Silva, vencido com maioria absoluta, elegendo 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

PC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos