Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativas 2021/Boa Vista: Partido Popular diz que ilha “está a pagar consequências de um fraco investimento”

Sal Rei, 08 Abr (Inforpress) – O cabeça-de-lista do Partido Popular (PP) pelo círculo eleitoral da Boa Vista, Sérgio Corá, disse hoje que  ilha está, neste momento, a pagar as consequências de um “fraco investimento” realizado nos últimos 20 anos.

“A maior preocupação dos empresários aqui na Boa Vista é a retoma do turismo, porque estamos todos ligados lá”, concretizou a mesma fonte, que explicou que, hoje, a ilha poderia ter uma estrutura “mais  forte”, porque se a câmara municipal, nos últimos 20 anos, tivesse feito infra-estruturas de base como calcetamento, água e luz, entre outras, hoje a ilha poderia ter uma economia que aguentasse este momento de crise.

“Perdemos tempo e agora estamos a pagar as consequências”, argumentou.  

Para Sérgio Corá, Boa Vista precisa “com urgência” de “calcetar todos os lugares”, aliás, denunciou, há lugares  onde foram construídas centenas de apartamentos, que são normalmente utilizados para o turismo, mas que nesta área a câmara municipal, em 20 anos, “não gastou um tostão”.  

Em comparação com a ilha do Sal que, segundo Sérgio Corá, “está tudo perfeitamente organizado”, Boa Vista “está praticamente na estaca zero”.

Ainda nas suas declarações, o cabeça-de-lista do PP para o círculo eleitoral da Boa Vista referiu que para a região norte o seu partido está a propor um estatuto especial a nível fiscal.

“Neste momento pode haver gente que lá queira morar  e que queira desenvolver negócios e precisam de ter um retorno. Uma zona económica especial pela zona do interior da ilha onde se pode pagar menos de IUR, de IUP, de água, de luz (…)  Para evitar que a zona do interior continue a perder população e concentrar tudo em Sal Rei, onde não temos infra-estruturas”, acrescentou. 

Na sexta-feira, 09, o Partido Popular deverá dar continuidade aos contatos com o eleitorado, dividido em grupos espalhados por Sal Rei e outras localidades da Ilha.

Entre as propostas do PP constam a extinção de Ministérios como os da Cultura, Desporto, Agricultura e Pesca, quatro pastas “desnecessárias”, pois esse trabalho naquelas áreas poderia ser feito a nível das autarquias, desde que houvesse recursos para tal.

O PP na Boa Vista está ainda a propor a “legalização da cannabis, da prostituição, do casamento homossexual, da eutanásia e da doação obrigatória de órgãos”, e a eleição do Procurador-geral da República no mesmo dia em que se vota para escolher o Presidente da República.

Às legislativas do dia 18 para eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais dez no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos eleitorais de Cabo Verde, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e três diáspora), e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

GSF/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos