Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativa 2021/Sal: “Brilhante vitória e um sentimento de alegria e de profunda gratidão” – diz Janine Lélis

Santa Maria, 18 Abr (Inforpress) – O Movimento para a Democracia (MpD) venceu as eleições legislativas no círculo eleitoral do Sal com 6.659 votos, correspondente a 56,2 por cento (%) dos votos expressos e elegeu três dos quatro lugares em disputa.

O MpD conseguiu fazer história, nas palavras de Janine Lélis, logo que confirmada a vitória do seu partido na ilha, por se ter destacado à frente do Partido Africano de Independência de Cabo Verde (PAICV) que elegeu apenas um deputado, com um total de 3.163 votos, e da União Cabo-verdiano Independente e Democrática (UCID) com 1.720 votos e nenhum deputado, correspondendo a 26,7% e 14,5% dos votos, respectivamente.

“Sal faz história hoje porque elege três deputados pela primeira vez, tendo em conta o número de quadros que conseguimos eleger. É um trabalho nosso. Brilhante vitória e um sentimento de alegria e de profunda gratidão e de respeito pela família MpD, pela união do MpD”, expressou Janine Lélis.

Para a deputada eleita, esta é uma vitória de todos, sobretudo dos salenses, que acreditaram e confiaram no seu partido e nas mensagens passadas durante a campanha eleitoral.

“É uma vitória do MpD no Sal e de todos aqueles que trabalharam, dos militantes, dos apoiantes, dos simpatizantes. É uma vitória também, dos salenses que acreditaram, acima de tudo na nossa mensagem, confiaram e perspectivam no governo do MpD e do Ulisses Correia e Silva, aquele que está talhado para governar o país nos próximos cinco anos”, acrescentou.

Um trabalho de satisfação, segundo descreve Lélis, deixando claro que os próximos passos implicam confirmar a coesão do seu partido em preparar-se para cumprir com o prometido, cientes de que o objectivo principal, é “fazer o melhor para a ilha do Sal”.

“Damo-nos por satisfeitos por este trabalho (…). E aqui, mais uma vez fica a confirmação de que quando há união, há trabalho de equipa, há coesão, quando todos são energia, o resultado é um resultado positivo”, sublinhou, consciente dos desafios pela frente, por conta das dificuldades do momento provocados pela pandemia da covid-19.

“Os salenses podem esperar do MpD o cumprimento dos compromissos que apresentamos durante este processo. Nos discursos apresentamos o plano do MpD para todas as localidades e, o que se espera realmente, é que se concretize, não obstante, as dificuldades do momento. Objectivo alcançado, satisfação plena”, rematou.

A ilha do Sal contou com um total de 19.618 inscritos, distribuídos por 61 mesas. Às 22 horas e 35 minutos, todas já estavam apuradas.

A ilha contou, no entanto, com 39,6% de abstenção, equivalente a 7.768 votos, 138 Nulos (1,2%) e 169 brancos (1,4%).

O PAICV, MpD e UCID concorreram em todos os círculos, o PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

AR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos