Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Legislativa 2021/Maio: PAICV faz balanço “positivo” da campanha e espera eleger um deputado na ilha

Porto Inglês, 16 Abr (Inforpress) – O cabeça-de-lista do PAICV para o círculo eleitoral do Maio, Edson Alves, disse hoje que o balanço dos quinze dias da campanha eleitoral é “positivo” e espera um bom resultado no dia 18 de Abril.

Esta convicção foi manifestada pelo cabeça-de-lista do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV na ilha do Maio

Edson Alves disse que a caminhada foi cumprida como previsto, passando as suas mensagens com clareza e respeitando o adversário, apesar de o momento de pandemia que o mundo está atravessar, pelo que pautaram pelo respeito às normas de prevenção definidas pelas autoridades sanitárias.

“Para nós o balanço é extremamente positivo, pelo trabalho que realizamos e acima de tudo pela reacção que tivemos das pessoas, o que nos transmite muita confiança para que no dia 18 de Abril, possamos conseguir um bom resultado”, frisou.

Segundo ressalvou aquele candidato, as pessoas na ilha do Maio estão a precisar e querem um novo “alento e uma nova perspectiva” para a ilha, defendendo que a ilha tem jovens capazes de representar com dignidade a ilha do Maio em todas as esferas, mas para tal precisam de uma oportunidade, o que prometeu, caso venha a ser eleito, demonstrar durante o seu mandato.

Edson Alves apelou às pessoas, principalmente aos jovens, a exercerem o seu direito no próximo domingo de forma consciente e não serem “enganados ou comprados as suas consciências e dignidades por outras pessoas”.

“É preciso acabar com esta prática na ilha, porque sabemos que o nosso adversário vai fazer de tudo para que efectivamente as pessoas não possam exercer os seus direitos de cidadania enquanto eleitores”, salientou, acrescentando que é descabida a fasquia da candidatura adversária em eleger dois deputados na ilha do Maio.

“Para tal vão colocar e não tirar os seus cavalinhos da chuva, porque isso está fora de questão, por isso o nosso apelo às pessoas tem sido claramente para irem votar e em consciência”, contou apelando ao adversário para manter a decência na política, porque disse sentir durante o contacto em todos os povoados, um sentimento de intimidação junto das pessoas por parte da candidatura contrária.

“Estamos a trabalhar contra uma estrutura muito fortemente implementada na ilha do Maio, porque estamos a trabalhar com o governo, com a Câmara Municipal e também com os empresários, mas dentro da nossa humildade estamos a trabalhar para levar a nossa mensagem de que o nosso foco e o que nos move é a ilha do Maio, pelo que estamos à espera de um bom resultado no domingo”.

Edson Alves disse ainda que, devido ao aparecimento de alguns casos positivos da covid-19 na ilha, o PAICV decidiu cancelar as actividades que tinha previsto para o encerramento da campanha mas prometeu que se vão manter vigilantes.

Às legislativas do dia 18 de Abril, para a eleição de 72 deputados em 13 círculos eleitorais, dos quais 10 no País e três na diáspora, concorrem seis partidos – PAICV, MpD, UCID, PTS, PSD e PP.

PAICV, MpD e UCID concorrem em todos os círculos, PP em seis círculos (Santiago Sul, Santiago Norte, Boa Vista e os três da diáspora), PTS também em seis círculos (São Vicente, Santiago Sul, Santiago Norte e os três da diáspora) e PSD em quatro círculos (Santiago Norte, Santiago Sul, América e África).

As últimas eleições legislativas em Cabo Verde ocorreram no dia 20 de Março de 2016, tendo o Movimento para a Democracia (MpD) vencido com maioria absoluta, ao eleger 40 deputados, o PAICV 29 e a UCID três.

WN/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos