Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

LEC sensibiliza intervenientes do sector da construção civil para a importância do controlo da qualidade

Cidade da Praia, 06 Mar (Inforpress) – Intervenientes do sector da construção civil estão reunidos na Praia, num seminário promovido pelo Laboratório de Engenharia Civil (LEC), para debater a qualidade nas construções em Cabo Verde e identificar as formas de suprimir algumas lacunas já identificadas.

Segundo a presidente do conselho de administração do LEC, Carla Martins, há por parte de certos intervenientes alguma resistência em relação ao controlo, pelo que vão aproveitar esse encontro para sensibilizar essas entidades para a necessidade de se fazer o controlo e a obrigatoriedade de se respeitar as regras e os procedimentos nas construções.

“A nossa intenção é que à saída desse seminário tenhamos uma lista dos stakeholders sensibilizados, para justamente continuarmos esse exercício do laboratório, ou seja, fazer os controlos e garantir que as lacunas e as omissões que existem actualmente possam ser suprimidas e possamos, de forma mais cabal, dar as garantias relativamente às construções em Cabo Verde”, explicou.

Carla Martins lembrou que o LEC tem por função controlar todas as obras em Cabo Verde, sobretudo, as públicas, realçando que a actuação da instituição incide não só nos materiais utilizados, mas também as técnicas e os sistemas de construção.

O laboratório tem tido um papel pedagógico, sensibilizando os empreiteiros e os fabricadores dos elementos das construções como blocos, lancis e placas de betão, envolvendo também as Câmaras municipais.

A intenção é de acabar com as omissões e o não cumprimento e criar parcerias para a tão almejada qualidade que se quer para o sector das construções em Cabo Verde.

O referido seminário conta com uma sessão plenária e duas mesas redondas com a contribuição das ordens profissionais do sector da construção civil, das universidades e das entidades ligadas às obras públicas no nosso país.

Foram igualmente convidados a participar representantes de entidades governamentais, das autarquias, associações e empresas de construção civil e obras públicas.

A abertura do evento foi presidida pela directora-geral das Infra-estruturas, Adelisa Delgado, que realçou a “aposta forte” do ministério na qualidade das construções.

“É neste sentido que um sistema de qualidade está a ser montado para que tanto as materiais de construção, há muito no mercado, como as novidades possam ser aplicadas com qualidade, por forma a evitar reabilitações antes do tempo, gastando mais dinheiro que devia ser gasto em obras novas”, salientou.

MJB/JMV

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos