Lançamento de livros assinalam o Dia Internacional de Monumentos e Sítios em Cabo Verde

 

Cidade da Praia, 17 Abr (Inforpress) –  O lançamento de dois livros, um sobre a Cidade Velha, de Marlene Pereira, e outro relacionado com Darwin em Cabo Verde, de António Correia e Silva e Zelinda Cohen, marca o Dia Internacional dos Monumentos e Sítios no país.

Segundo o presidente do Instituto de Promoção Cultural (IPC), Charles Akibodé, está também programada uma visita à Cidade Velha, organizada pela Câmara Municipal da Ribeira Grande de Santiago em parceria com o IPC, com a participação de várias entidades.

No antigo Campo de Concentração do Tarrafal vai ser realizada nesta terça-feira uma exposição fotográfica, em parceria com a edilidade local.

Para o presidente do IPC, a comemoração o Dia Internacional de Monumentos e Sítios visa chamar a atenção da sociedade sobre a necessidade de se preservar a “memória colectiva” e, também, de se pensar a questão dos edifícios que são a “memória dos nossos antepassados”.

Para Charles Akibodé, as actividades são realizadas em colaboração com as câmaras municipais, porque “é ali que se localizam os monumentos e sítios”, explica.

“Para nós, o importante não é só trabalhar sobre os monumentos e sítios, mas também envolver as populações locais”, indicou Akibodé.

Além da Cidade Velha e o ex-Campo de Concentração do Tarrafal, existem ainda mais cinco sítios históricos, a saber: o Platô (Cidade da Praia), Ribeira Brava (São Nicolau), Mindelo (São Vicente), Salinas do Sal (Pedra do Lume) e Nova Sintra (Brava).

A data foi instituída a 18 de Abril de 1982 pelo Conselho Internacional dos Monumentos e Sítios (ICOMOS), uma associação de profissionais da conservação do património, e aprovada pela UNESCO em 1983.

LC/FP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos