Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Laboratório de Engenharia Civil forma técnicos no domínio segurança de barragens e de taludes

Cidade da Praia, 19 Out (Inforpress) – O Laboratório de Engenharia Civil (LEC) forma técnicos no domínio da segurança de barragens, taludes e gestão de albufeiras em Cabo Verde, contado para o efeito com a experiência de três investigadores seniores vindos de Portugal.

Esta formação realizou-se no quadro da comemoração do 26 aniversário da criação do LEC.

Segundo a sua presidente, Carla Martins, a formação contou com a participação não só de técnicos da construção civil, mas também do sector agrícola e agro-negócio.

Durante quatro dias, diz aquela responsável, as sessões formativas foram direccionadas para questão de segurança das barragens, taludes e albufeiras.

Relativamente à proposta do decreto-lei de regulamento de barragens, Carla Martins não quis avançar pormenores, porque, de acordo com as suas palavras, é um tema que ia ser apresentado pela Direcção-Geral de Agricultura, Silvicultura e Pecuária, mas foi dizendo que se trata de um diploma que “vai dar as directrizes” sobre a questão destas infra-estruturas hidráulicas.

António Tavares Castro, investigador sénior do Laboratório Nacional de Engenharia de Portugal (LNEC), disse à Inforpress que durante a formação quis transmitir aos técnicos nacionais a sua experiência de mais de 30 anos na observação, controle e segurança das barragens de betão e alvenaria.

“Vim cá para colaborar com o LEC na transmissão de conhecimentos aos técnicos que em Cabo Verde lidam com as barragens”, indicou António Castro.

Os formandos realizaram visitas de estudo a algumas barragens no interior de Santiago, onde lhes foram transmitidos alguns conhecimentos sobre as “componentes das obras”, mas segundo o investigador português, o objectivo “não foi para fazer nenhuma avaliação global das obras”.

Instado sobre que avaliação faz sobre as barragens visitadas, afirmou que esta apreciação “terá que ser feita em inspecções especialmente efectuadas para o efeito”.

Segundo aquele investigador, o LNEC está disponível para colaborar com Cabo Verde no domínio da segurança das barragens, que é uma preocupação tanto dos responsáveis do LEC, como dos da Agência Nacional de Água e Saneamento (ANAS).

Ao todo, participaram nesta formação 26 técnicos de diversas áreas, contemplando também o sector privado e as câmaras municipais.

LC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos