Kremlin considera “positivo” saída de Odessa do primeiro navio com cereais

Moscovo, 01 Ago (Inforpress) – A Presidência russa considerou hoje “positivo” a saída do primeiro navio com cereais do porto ucraniano de Odessa, no sul da Ucrânia, salientando esperar que todas as partes cumpram os acordos assinados em Istambul.

“A saída do primeiro navio é algo positivo. Esperamos que todas as partes cumpram os acordos e que o mecanismo (de exportações) funcione de forma eficaz. É uma boa oportunidade para pôr à prova os mecanismos” assinados em Istambul pela Rússia, Ucrânia, Turquia e Nações Unidas, disse o porta-voz do Kremlin, Dmitri Peskov.

Também a Ucrânia e a ONU saudaram já a partida do primeiro carregamento de cereais.

O primeiro carregamento de cereais ucranianos deixou o porto de Odessa hoje de manhã, tal como previsto nos termos do acordo internacional com a Rússia, assinado em Istambul,

A Rússia e a Ucrânia assinaram acordos separados com a Turquia e as Nações Unidas, abrindo caminho para a Ucrânia – um dos principais celeiros mundiais – exportar 22 milhões de toneladas de cereais e outros produtos agrícolas que ficaram retidos nos portos do Mar Negro devido à invasão da Rússia.

Os acordos também permitem à Rússia exportar cereais e fertilizantes.

O navio de carga, com pavilhão da Serra Leoa, deve fazer uma escala em Istambul na terça-feira, onde vai ser inspecionado antes de seguir viagem.

A carga, 26.000 toneladas de milho, tem como destino o Líbano, país que enfrenta uma grave crise económica e financeira.

Inforpress/Lusa

Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos