Kitsurfe’2019: Matchú Lopes lesionado coloca sua participação em dúvida

Ponta Preta, 25 Fev (Inforpress)  – O kitsurfista cabo-verdiano naturalizado espanhol Matchú Lopes está entre os potenciais candidatos à conquista do circuito mundial de Ponta Preta, que se iniciou hoje, mas a sua presença na prova está em dúvida, por se encontrar “magoado”.

Em entrevista exclusivo à Inforpress, Matchú Lopes disse que é “muito cool” a organização de mais uma etapa mundial de kitsurf na praia de Ponta Preta, alegando que as condições “estão propícias” para a prática de competição e que os  praticantes estão “muito motivados”, assim como a organização.

“Infelizmente, pessoalmente não me sinto na minha máxima força por causa de uma lesão num dos ombros. Ainda assim, estou em casa, trabalhei muito para esta competição, pelo que estou a fazer um grande esforço para entrar nas águas de Ponta Preta para treinar-me e fazer alguma coisa”, explicou a Inforpress.

Ainda assim, disse estar esperançado em competir, ainda que longe da sua forma habitual, alegando que treinou muito durante este inverno para chegar a prova em alta, e que, tudo fará para competir, desde que  sua condição física lhe permite divertir e trabalhar no que mais gosta.

Realçou que nos últimos três meses esteve implantado na ilha Sal a trabalhar para esta prova, mas que os trabalhos de fisioterapia para a sua recuperação, ao que parece, precisou, “não correram da melhor forma”.

Quanto à sua expectativa para a competição, marcada por uma grande participação de kitsurfistas do “mundo inteiro”, afirmou que está garantida uma “grande competição” entre os potenciais candidatos, e destacou a forma como Cabo Verde vem dando “passos seguros” com a “qualidade de muitos e novos valores”.

A I etapa do Circuito Mundial de Kitsurfe decorre de 25 de Fevereiro a 03 de Março na Praia de Ponta Preta, em Santa Maria, na ilha do Sal, e conta com o concurso de  48 atletas masculinos e 17 femininos, em representação dos cinco continentes, sendo que Cabo Verde está representado por dez atletas.

O circuito de Ponta Preta marca o arranque das 13 edições que constituem este evento mundial denominado “2019 GKA Kite World Tour Events” ao qual se seguem as praias de Leucate (França), Dakhla (Marrocos), Sylt (Alemanha), Tarifa (Espanha), Gran Canaria (Espanha), Sotavento (Espanha), Malmo (Suécia), Ilhas Maurícias, Cumbuco (Brasil), Prea (Brasil), Maui (Hawaii) e Torquay (Austrália).

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos