Kitsurf’2019: Participantes da I etapa do Circuito Mundial promovem trabalhos de cariz sociais em Santa Maria

Santa Maria, Sal, 02 Mar (Inforpress) – Depois de quatro dias marcados por intensas provas na praia de Ponta Preta, no âmbito da I etapa do Circuito Mundial de Kitesurf, os atletas dedicaram os últimos dias para trabalhos de cariz social, seguida do concurso de freestyle.

O Complexo Educativo de Santa Maria recebeu os atletas internacionais encabeçados pelos campeões da etapa de Ponta Preta, o cabo-verdiano Mitú Monteiro e a norte-americana Moona Whyte, onde trocaram informações com os atletas a incentivarem os estudantes para a prática desta modalidade náutica, “mas sem nunca deixar de lado a escola”.

Já o manager da Nautic Eventos Sports, Djô Silva, que esteve na organização desta etapa em Ponta Preta, alertou a todos para a necessidade de Cabo Verde apostar mais nos praticantes femininos, argumentando que grandes kitesurfistas internacionais percorrem quilómetros de distâncias para encontrarem condições propícias para a prática do kitesurf, enquanto em Cabo Verde “as ondas estão há dois metros das nossas casas”.

A ocasião foi ainda aproveitada para trabalhos sociais com entrega de donativos a este estabelecimento escolar e pintura desta infraestrutura, pelos kitsurfistas presentes neste mundial da modalidade.

A prova de freestyle, decorre no Kite Beach, também em Santa Maria.

Mitú Monteiro, recorde-se, venceu a I Etapa do Circuito Mundial de Kitesurf, relegando o campeão do mundo em título, o também cabo-verdiano Airton Cozzolino para a segunda posição e o australiano Janmes Crew para o terceiro lugar do pódio.

Já em femininos, a norte-americana Moona White foi a vencedora, ao passo que a portuguesa Irene Barbosa foi a segunda posicionada, ficando a sueca J-C Catharina Edin no terceiro lugar.

SR/FP

Inforpress/Fim

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos