Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Kitesurf’2019: Organização traça balanço “extremamente positivo” do Circuito Mundial de Ponta Preta

Santa Maria, 01 Mar (Inforpress) – A organização da I Etapa do Circuito Mundial de Kitesurf, que ainda decorre na ilha do Sal, traçou um balanço “extremamente positivo” desta prova mundial e que “projectou a imagem de Cabo Verde” para a maior montra do desporto náutico”.

Esta é a convicção do “manager” do Nautic Sports Eventos, Djô Silva, também atleta de alta competição e que numa das edições em Dakhla (Marrocos) alcançou a sua melhor classificação de sempre, quinto lugar, mas que desta vez, para além de competir, foi o grande responsável por ter trazido a prova a Ponta Preta.

Silva garante que “valeu a pena todo o esforço”, pelo que fez questão de agradecer a “Deus, aos patrocinadores, ao Governo de Cabo Verde e à GKA por ter acreditado”, sublinhando que esta etapa serviu, sobretudo par confirmar o porque é que “Cabo Verde é campeão do mundo desta modalidade”.

“Isto é só um começo. Estamos ainda mais fortes com a chegada de Airton Cozzolino na equipa. Sinto-me feliz e isto emotiva muito mais e quero dizer que valeu a pena apostar no duro porque Cabo Verde “está lá em cima”.

Quem também se mostrou rendido ao circuito foi o presidente da Câmara Municipal do Sal, que descreveu como momentos importantes e de verdadeira história, o facto de Cabo Verde colocar dois atletas nos dois primeiros lugares do pódio mundial, alegando ser determinante porque ficou estabelecido que Cabo Verde se afirmou como um grande espaço de eventos desportivos de cariz mundial.

“Cabo Verde está de parabéns para este grande evento que, naturalmente, projecta o nome da ilha do Sal e de Cabo Verde a nível internacional”, enalteceu Júlio Lopes que fez questão de lembrar que a ilha do Sal vai continuar na boca do mundo porque vai receber nos próximos tempos, outros grandes eventos internacionais como os I Jogos Olímpicos Africanos de Praia, em Junho.

Ponta Preta’2019 marca o início das 13 edições que constituem este evento mundial denominado “2019 GKA Kite World Tour Events”, ao qual se segue as praias de Leucate (França), Dakhla (Marrocos), Sylt (Alemanha), Tarifa (Espanha), Gran Canaria (Espanha), Sotavento (Espanha), Malmo (Suécia), Ilhas Maurícias, Cumbuco (Brasil), Prea (Brasil), Maui (Hawaii) e Torquay (Austrália).

A praia de Ponta Preta, no Sul da ilha do Sal, acolhe desde segunda-feira, 25, a I Etapa do Circuito Mundial de Kitesurf, e com término previsto para 03 de Março, evento que envolve 48 atletas masculinos e 17 femininas, em representação dos cinco continentes.

O arquipélago esteve representado nesta competição mundial por dez praticantes neste circuito mundial que trouxe a competição os melhores kitesurfistas do Mundo em representação de Cabo Verde, Alemanha, Austrália, Brasil, Bulgária, Canadá, Espanha, Estados Unidos da América, França, Hawaii, Itália, Portugal, República Dominicana, Suécia.

SR/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos