Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Jovens criam projecto que visa desenvolver bairro da Achadinha Cima

 

Cidade da Praia, 05 Jun (Inforpress) – Dois jovens naturais da Cidade da Praia criaram o projecto denominado de “Afuraka”, o qual visa uma demonstrar a “dinâmica e a aprendizagem” da “arte cultural transcendental” que caracteriza e capacita a população local.

Em entrevista à Inforpress, Nelson Pina, um dos coordenadores do projecto, adiantou que na comunidade do bairro da Achadinha Cima estão em falta áreas que desenvolvem o “interesse e o ego” nas crianças, adolescentes e jovens, por isso esta actuação.

Informou ainda que a “Afuraka” tem como tema “Lembrarte” e está dividido em dois períodos, ou seja, de acordo com as inscrições, elaboraram um cronograma do horário e dividiram o tempo por cada aula. Depois haverá a parte das aulas teóricas que tem como o objectivo aumentar a auto-estima na vida quotidiana das crianças.

O “Lembrarte” é um reconhecimento da arte contemporânea como potencial de desenvolvimento mental, espiritual e como património da humanidade.

O campo de actuação destes fomentadores que lutam para acabar com a violência, prostituição e criminalidade no país é essencialmente desenvolver para além de formações que capacitam os envolvidos, promover actividade, económica junto dos beneficiários da comunidade do bairro de Achadinha Cima.

“Queremos fazer com que todas as crianças tenham dignidade na sociedade, contribuam para uma humanidade sem violência e marginalização”, disse, acrescentado que “Lembrarte” nas crianças seria como “preparar a terra para plantar uma semente da vida” e ter uma “vida tranquila”.

Tirar as crianças da rua e mostrar o mundo da arte transcendental constitui uma outra prioridade destes jovens.

Nelson Pina informou ainda que haverá apresentações ao público de dois em dois meses, uma vez que na sede de “Afuraka”, situado em Achadinha Cima, na Cidade da Praia, os beneficiários terão aula de guitarra, baixos semi-acústico, cavaquinho, reciclagem, culinária, pinturas com pincéis e tintas acrílicos e dança, entre outros.

Neste momento, segundo esclareceu, vão actuar somente no bairro de Achadinha Cima, mas pretendem futuramente chegar aos outros bairros periféricos da cidade.

AF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos