Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Jovem activista afro-americana Mongai Fankam disse que está a gostar de Cabo Verde

Cidade da Praia, 18 Jun (Inforpress) – A fundadora da Back Pack Day Organization, Mongai Fankam, que está em Cabo Verde para uma visita de oito dias, a convite da primeira-dama, Lígia Fonseca, disse estar a gostar do que tem visto por esses dias no país.

Mongai Fankam é uma jovem afro-americana, de 15 anos de idade, ativista e defensora de crianças carentes, nos Estados Unidos da América e África.

Mongai Fankam é a mentora do projecto “Back Pack Day Organization” que tem como intuito recolher mochilas e outros materiais escolares para beneficiar crianças mais necessitadas de alguns países africanos, incluindo Cabo Verde.

Falando aos jornalistas à margem de uma visita que efectuou hoje ao Palácio da Presidência da República, onde foi recebida para primeira-dama, Mongai Fankam explica que começou com projecto “Back Pack Day Organization” há seis anos, quando pediu a alunos dos Estados Unidos América que fossem para a escola sem mochila para sentir como as crianças nos Camarões “vão para escola e como se sentem sem uma mochila”.

“É só uma visita para conhecer escolas e doar mochilas. Estou a gostar imenso, visitamos a Cidade Velha no sábado e eu gostei dos lugares que visitei”, disse, em poucas palavras, a activista completando que, visitando vários países, doando mochilas e materiais escolares e vendo a alegria dos beneficiários, fica cada vez mais “motivada para continuar a fazer o mesmo”.

Por sua vez, a primeira-dama, Lígia Fonseca, disse que o convite é uma retribuição a um outro que havia recebido para, em 2017, conhecer o trabalho que esta activista desenvolve nos Estados Unidos, em Charlotte, na Carolina do Norte.

“Tive a oportunidade de acompanha-la durante esta campanha que estavam a realizar de recolha de mochilas e de material escolar que ela faz para mandar para os países de África.

“Achei que seria interessante que ela conhecesse a receptora desta beneficência desse ano que foi Cabo Verde. As mochilas que ela angariou enquanto eu estive lá foram enviadas aqui para Cabo Verde, para várias escolas em Santiago e São Vicente”, disse Lígia Fonseca, acrescentando que ficou feliz em ver que o trabalho que esta jovem activista, de 15 anos, tem feito nos Estados Unidos “é reconhecido pelas autoridades e tem incentivado outras crianças a olharem para África e a incentivar a sua solidariedade”.

“Para mim foi muito interessante, uma coisa maravilhosa ver como é que uma criança tão pequena pode comparar a situação de bem-estar em que vive e ficar atenta e preocupada com outras crianças que não partilham desse bem-estar e querer fazer alguma coisa”, asseverou Lígia Fonseca.

Mongai Fankam e a sua comitiva chegaram quinta-feira,14, à cidade da Praia. Deste então têm visitado escolas e instituições de cariz social e a conhecer também lugares de interesse históricos, nomeadamente a Cidade Velha.

Esta terça-feira estarão no interior da ilha de Santiago, mais concretamente em Assomada, para a entrega de donativos à Escola de Fonte Lima, e Tarrafal, estando agendado ainda uma  visita ao ex-Campo de Concentração.

A visita a Cabo Verde termina na próxima quinta, 22 de Junho.

GSF/FP

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos