Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

José Maria Neves quer relações entre Cabo Verde e Angola mais “reforçadas e alargadas” a novos sectores (c/áudio)

Cidade da Praia, 08 Jan (Inforpress) – O Presidente da República destacou hoje o simbolismo que caracteriza a sua deslocação a Angola e manifestou o desejo de ver as relações entre esse país e Cabo Verde mais “reforçadas e alargadas” a novos sectores.

“Há aqui enormes potencialidades. Angola já tem investimentos importantes em Cabo Verde no domínio da banca, das telecomunicações, dos combustíveis e queremos alargar para outros sectores designadamente os transportes a aéreos e marítimos e também a questão do turismo e do   ensino superior, ciência e inovação, e toda área da reforma do Estado e da Administração Pública”, declarou.

José Maria Neves inicia este domingo, 09, uma visita de três dias a Angola, naquela que é a sua primeira visita de Estado ao exterior, que considera um “sinal forte” no reforço das relações entre os dois países.

“É uma visita extremamente importante. A primeira visita de Estado que faço ao exterior. Angola é um país  africano, mas também que preside a CPLP,   e  vai ser um momento de  reforço das relações de amizade e cooperação entre Cabo Verde  Angola”, disse em conversa com os jornalistas após recepção dos cumprimentos de ano novo do corpo diplomático.

Na sua comitiva, José Maria Neves integrou representantes do sector empresarial cabo-verdiano para estabelecer pontos contactos, visando também o reforço das relações empresariais entre Cabo Verde e Angola.

“Queremos que haja mais parcerias e queremos um pouco que Angola transforme Cabo verde numa plataforma de negócios nesta região e seria importante essa troca”, indicou.  

José Maria Neves destaca o “forte simbolismo”, desta visita a um país muito amigo de Cabo Verde com o qual Cabo Verde quer reforçar e elevar o patamar das relações.

“Angola é um país muito amigo de Cabo Verde. Tem uma importante comunidade cabo-verdiana em Angola e as nossas relações foram muito fortes antes da independência e depois da independência, mas também Angola tem um papel importante em África e desempenha um papel ‘player’ na região de África Austral, na África Central e todo continente africano e na CPLP”, realçou.

Por outro lado, apontou a “perspectiva destemida” de Angola, que conforme frisou representa uma África não submissa que se quer para o futuro.

De acordo com o programa da visita, José Maria Neves manterá um encontro com o seu homólogo angolano na segunda-feira, 10 de Janeiro, pelas 11:00, no Palácio Presidencial, seguido de uma declaração conjunta à imprensa.

No mesmo dia será na Assembleia Nacional de Angola, numa Sessão Plenária Extraordinária onde deverá realçar a necessidade do reforço da cooperação entre os países nesses tempos de pandemia.

Durante a sua estada em Angola, o mais alto magistrado da Nação cabo-verdiana terá, ainda, um encontro com a comunidade cabo-verdiana radicada naquele país, além de visitas ao Campus Universitário Dr. António Agostinho Neto e à Escola Nacional da Administração e Políticas Públicas.

Nesta sua primeira visita de Estado, José Maria Neves vai estar acompanhado da ministra de Estado da Defesa Nacional e Coesão Territorial, Janine Lélis, e pela secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e Cooperação, Miryan Vieira.

A comitiva será ainda integrada pelos representantes de dois dos três partidos políticos com assento parlamentar, designadamente o PAICV e o MpD, já que a UCID apesar do convite não poderá estar presente nessa missão.

MJB/AA

Inforpress/Fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos