José Maria Neves defende que Cabo Verde e Brasil podem ser pivôs no reforço das relações África-Europa-América Latina

Cidade da Praia, 07 Set (Inforpress) – O Presidente da República, José Maria Neves, defendeu que Cabo Verde e Brasil poderão assumir papéis de pivô em seus respectivos continentes para o reforço da relação tripartida entre África, Europa e América Latina.

José Maria Neves fez estas declarações, na segunda-feira, durante uma recepção, no Ministério das Relações Exteriores do Brasil (Itamaraty), pelo seu homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, num encontro inserido nas comemorações do bicentenário da independência daquele país lusófono.

Para além da recepção aos chefes de Estado e representantes especiais dos países convidados, Bolsonaro recebeu encontros privados dos chefes de Estado presentes, tendo sido esta uma oportunidade para os presidentes cabo-verdiano e brasileiro abordarem perspectivas do reforço das relações bilaterais entre os dois Estados.

Na sua passagem pelo Itamaraty, José Maria Neves pôde ainda, segundo uma nota da Presidência hoje divulgada, visitar uma exposição de fotos sobre o Bicentenário da Independência do Brasil.

O Acordo Básico de Cooperação Científica e Técnica entre o Brasil e Cabo Verde, firmado em 28 de Abril de 1977, constitui um marco no relacionamento entre os dois países.

Ao longo desses anos, os laços de cooperação esses dois países da CPLP (Comunidade dos Países de Língua Portuguesa) têm proporcionado intercâmbio de conhecimentos e experiências nos mais diversos sectores.

Administração pública, património público, saúde, educação, formação profissional, turismo e hotelaria, agropecuária, meio ambiente, defesa são algumas das áreas.

GSF/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos