Jornadas Parlamentares: Governo tem utilizado o Estado ao serviço do desenvolvimento de Cabo Verde – MpD

Cidade da Praia, 23 Fev (Inforpress) – A líder parlamentar do MpD (poder), Joana Rosa, defendeu hoje, na Cidade da Praia, que o Governo tem utilizado o Estado ao serviço do desenvolvimento de Cabo Verde, com vários programas e em todas as áreas de actividade.

A afirmação foi feita em conferência de imprensa, à margem das jornadas de preparação para a 2ª sessão parlamentar de Fevereiro, que terá como ponto alto um debate com o primeiro-ministro sobre “Cabo Verde e o papel do Estado no desenvolvimento”.

Para Joana Rosa, o Movimento para a Democracia (MpD) defende a criação de condições com   formações aos jovens e às pessoas para que possam ter emprego e não depender do Estado.

“Esta lógica de estatização do PAICV, de manter o Estado a dirigir tudo, não cria emprego, não cria dinâmica económica e leva o país ao caos”, notou.

Para a dirigente “ventoinha”, o MpD, “mesmo em tempos difíceis”, governou melhor que o PAICV, “criando mais emprego, mais dinâmica económica, com o crescimento do País a subir de um por cento para quase seis por cento”.

Joana Rosa esclareceu, por outro lado, que do ponto de vista da gestão da pandemia de covid-19, o Governo tem recebido elogios da comunidade internacional e que como prova Cabo Verde vai ser o primeiro país africano a receber a vacina.

Quanto ao facto de apenas 20 por cento da população receber a vacina durante este ano, segundo o Plano Nacional de Introdução e Vacinação contra a Covid-19, esclareceu que vai ser adquirido dentro do sistema Covax e que o País está a tratar a vinda de mais vacinas.

 Sobre a posição do PAICV de que houve falha na planificação, disse que aquele partido está a “meter areia na engrenagem e a desinformar a população”, “quando o Governo está a dar o seu máximo para vacinar toda a população”.

A sessão parlamentar inicia esta quarta-feira, 24, e, para além do debate com primeiro-ministro, vai discutir a proposta de lei sobre a pré-reforma dos antigos funcionários dos serviços municipais de água e saneamento na Ilha de Santiago.

OM/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos