Jorge Santos abstém-se de comentar sobre alegada propaganda política do Governo (c/áudio)

Cidade da Praia, 03 Jun (Inforpress) – O presidente da Assembleia Nacional, Jorge Santos, disse hoje que se abstém de emitir uma opinião sobre a alegada campanha de propaganda política do Governo, uma vez que existe uma entidade reguladora para isso.

“Abstenho de emitir uma opinião como presidente da Assembleia Nacional, atendendo que existe uma instituição reguladora e superior que vai emitir esta mesma comunicação”, disse, ao ser instado pelos jornalistas a comentar os spots publicitários que o executivo de Ulisses Correia e Silva tem passando nos órgãos de comunicação social do Estado, para assinalar os três anos de governação da IX Legislatura.

Jorge Santos lembrou que esta campanha já foi objecto de uma queixa na Autoridade Reguladora da Comunicação Social (ARC), por isso neste momento “é preciso aguardar a decisão” desta entidade.

Recentemente, em declarações à Rádio de Cabo Verde, o Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, considerou esses spots “desnecessários, inadequados e desproporcionais” em relação àquilo que é “legítimo” em matéria de direito de comunicação.

“Do ponto de vista daquilo que é um direito legítimo de comunicação de um Governo em democracia, creio que aquilo que tem sido matéria de polémica, para mim, representa algo que é desnecessário, inadequado e desproporcional”, disse em declarações à RCV.

AM/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos