Jorge Carlos Fonseca lança sua nova obra literária “A sedutora tinta das minhas noutes” em Portugal

Cidade da Praia, 13 Fev (Inforpress) – O Presidente da República, Jorge Carlos Fonseca, lança no dia 19, no Festival Correntes d’Escrita, na Póvoa do Varzim (Portugal), o seu quatro livro intitulado “A sedutora tinta das minhas noutes”.

Segundo uma nota da editora Rosa de Porcelana, trata-se de uma selecção de textos poéticos, alguns inéditos e outros já incluídos em livros anteriores do Presidente, escolhidos pelo poeta e prémio Camões 2009, Arménio Vieira.

A obra inclui também “textos de fortuna crítica sobre o conjunto da sua obra poética” por parte de ensaístas e escritores.

O livro, publicado pela editora Rosa de Porcelana, tem como ilustração de capa um quadro do artista plástico e poeta luso-cabo-verdiano António Pedro Costa, no ano de celebração do 110º aniversário do seu nascimento.

“A sedutora tinta de minhas noutes” é a quarta obra literária de Jorge Carlos Fonseca, depois do “O silêncio acusado de alta traição e de incitamento ao mau hálito geral” (Spleen Editores, 1995), “Porcos em delírio” (Artiletra, 1998), “O albergue espanhol” (Rosa de Porcelana Editora, 2017), num conjunto de 19 livros publicados, na maioria, versados em Direito Penal, Processual Penal e Constitucional.

Antes de lançar esta obra, no âmbito do Festival Correntes d’Escrita, Jorge Carlos Fonseca, que também preside à Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP), vai proferir uma conferência sobre “As letras da língua e a mobilidade dos criadores na CPLP”.

A 20ª edição do Festival Correntes d’Escrita ocorre de 16 a 27 do corrente mês, na Póvoa de Varzim, e nesta edição devem passar pelo festival centenas de participantes de 20 países diferentes, entre eles os cabo-verdianos galardoados com o Prémio Camões, Arménio Vieira e Germano Almeida.

AM/AA

Inforpress/Fim

 

 

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos