JNI congrega cerca de 300 jovens numa conferência nacional em São Nicolau (c/áudio)

Espargos, 28 Jun (Inforpress) – A Juventude Nazarena Internacional (JNI), de Cabo Verde, promove uma conferência nacional, de 01 a 7 de Agosto, em São Nicolau, reunindo cerca de 300 jovens de todas a igrejas nazarenas do País, informou hoje a instituição.

A presidente da JNI, do Distrito Norte, Miriam Rocha, disse à Inforpress, que o evento tem como propósito, depois de dois anos de pandemia da covid-19, juntar os jovens de idade compreendida entre os 12 e 40 anos, dos Distritos Norte e Sul, de Santo Antão à Brava, para “conectarem-se com Deus”.

“Para termos esse tempo em que queremos que os jovens sejam capazes de conectarem-se com Deus, uns com os outros e consigo mesmos, através de temas de introspecção pessoal, de grande importância e relevância espiritual, expostos durante essas actividades”, explicou, referindo, que, por isso, o evento é destinado, “exclusivamente” a jovens nazarenos nesta faixa etária.

Miriam Rocha observou, todavia, que a conferência nacional subordinada ao tema “Chamados para ser Santos”, pretende ter tempos de impacto junto da comunidade sanicolaense, dando também oportunidade aos jovens da ilha do Chiquinho, de “aceitarem Jesus como o Senhor e Salvador”.

Estribada no tema da conferência, a mesma fonte explicou que o foco principal é despertar os jovens das diferentes igrejas nazarenas do País, para o “chamado” que, conforme esclareceu, pode ser para o ministério pastoral, missionário, ou qualquer outro, nomeadamente da música, serviço social, dentro da igreja.

“E também para despertar aquela raiz da santidade, que é o nosso lema, como Igreja do Nazareno, que é a Santidade ao Senhor”, enfatizou Miriam Rocha.

Considerando que, neste momento, a classe juvenil nazarena, anda “um pouco dispersa”, a presidente da JNI Distrito Norte, enalteceu, entretanto, o facto de alguns jovens estarem “muito engajados”, querendo fazer “mais e melhor”.

“Por isso, essa junção dos dois distritos, para pensarmos como vamos, e nos próximos cinco anos, seguir, trabalhar, desenvolver, crescer a todos os níveis, mediante uma planificação”, comentou a responsável, explicando que a escolha de São Nicolau, é porque a ilha nunca havia acolhido antes, um evento jovem dessa natureza, embora em tempos, em 1980, foi ali realizada, a Assembleia Geral da Igreja do Nazareno.

“E queremos fazer esse evento naquela ilha para mostrar que os jovens e a Igreja do Nazareno estão juntos da comunidade, e interessados em levar esse nosso movimento, a nossa dinâmica jovem para lugares diferentes”, frisou.

Assim, durante esses dias a juventude nazarena vai levar uma série de actividades, com painéis, workshops, dirigidas aos jovens nazarenos, especialmente.

“Vamos falar da santidade, identidade dos jovens, da liderança, saúde mental, depressão, ansiedade, entre outros temas relevantes, que estão a prejudicar muito os nossos jovens hoje em dia, e não estão a saber lidar com as situações ou problemas”, apontou.

“Vamos ter também workshops de evangelismo e empreendedorismo… entendemos uma abordagem holística de todo o jovem, no seu ser espiritual, profissional, académico e social”, destacou Miriam Rocha.

O evento, que decorrerá durante uma semana, na cidade de Ribeira Brava, deverá contar com a presença do coordenador regional da JNI, reverendo Shaun Bati, do Quénia, e do coordenador do Campo Lusófono da JNI, Eduardo Macamo-Moçam.

A presidente da Juventude Nazarena Internacional, do Distrito Norte, concluiu incentivando os jovens a buscarem os caminhos de Deus.

“Há muitas distrações neste momento, mas quando estamos focados em Cristo, no que Ele realmente tem para nós, vivemos a vida plena”, enfatizou.

SC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos