Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Janira Hopffer Almada quer definição de objectivos de financiamento e reforma do sistema desportivo

Cidade da Praia, 24 Mar. (Inforpress) – A presidente do PAICV e candidata a primeira-ministra nas legislativas de 18 de Abril defendeu hoje uma definição “clara, rigorosa e transparente” dos critérios e objectivos de financiamento do desporto e a reforma do sistema desportivo.

Num encontro de socialização do projecto um “Cabo Verde para Todos”, realizado na Assembleia Nacional, repleta de desportistas e agentes desportivos, a cabeça de lista do Partido Africano da Independência de Cabo Verde (PAICV-oposição), Janira Hopffer Almada disse ser necessário debruçar-se sobre as práticas consolidadas e objectivos, assim como “times” e metas preconizados.

A líder do PAICV defendeu a necessidade de se trabalhar para que Cabo Verde consiga ter o seu nome registado no mundo desportivo “ao mais alto nível”, apontando nomes de jogadores de referência, como os ex-internacionais Caló Iche, Zé Piguita, Nany, de entre outros. Mas para isso, a líder oposicionista diz ser necessário um “trabalho de muita luta e atitude”, para que o país possa ter uma planificação e visão vencedora.

Alertou para a necessidade da redução de custos de funcionamento das agremiações, para que Cabo Verde consiga alinhar-se na perspectiva mundial de autonomia, independência e auto-sustentabilidade, através de definição de regras de exploração comercial de infra-estruturas desportivas, incentivos e benefícios fiscais, para que o Estado possa garantir resultados, consoante as metas estabelecidas.

Disse ser imprescindível levar o desporto aos bairros nas suas mais diversas modalidades, com vista a criação de condições para uma população saudável e, ao mesmo tempo, “trabalhar para a inclusão e, obviamente, a prevenção à criminalidade”.

Para alcançar este objectivo, considerou importante o “djunta-mon” (unir os esforços) entre o poder central, local, agremiações desportivas e sector privado, com a finalidade de levar o desporto avante, assumindo o “Estado o seu papel de promotor, dinamizador, catalisador e financiador”.

Janira Hopffer Almada manifestou a sua determinação em trabalhar, caso seja eleita, para trabalhar juntamente com os desportistas, com o intuito de maximizar e optimizar este sector.

A este propósito, manifestou a sua vontade para que o país consiga atrair grandes eventos desportivos, considerando que o desporto deve ser definido como uma prioridade para um país como Cabo Verde, onde 63 por cento da sua população é jovem.

A presidente do PAICV ressaltou que com a prática do desporto o Governo terá menos preocupação, face a promoção da inclusão.

O encontro, que contou com subsídios dos desportistas para a plataforma eleitoral do PAICV, foi apadrinhado pelo ex-internacional futebolista cabo-verdiano Carlos Morais “Caló”, antigo goleador da selecção cabo-verdiana que apelou ao voto na sua candidata.

SR/JMV
Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos