Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Janine Lélis reitera compromisso de continuar a trabalhar na modernização e capacitação das Forças Armadas

Mindelo, 15 Jan (Inforpress) – A ministra de Estado e da Defesa Nacional, Janine Lélis, disse hoje, que o Governo vai continuar a trabalhar na modernização e capacitação das Forças Armadas para que a instituição esteja à altura dos desafios.

O compromisso foi feito hoje, no Mindelo, no acto central de comemoração do 55º aniversário da instituição castrense realizado no Comando da Primeira Região Militar, cerimónia na qual a governante enumerou os vários feitos das Forças Armadas em diferentes momentos em Cabo Verde.

“E reconhecendo o esforço, a dedicação, e a importância constitucional e republicana da mesma, que pretendemos continuar a trabalhar na sua modernização e capacitação”, defendeu, acrescentando que a intenção para com a defesa nacional e para com a instituição vai no sentido “de se fazer para que ela esteja à altura dos desafios” que se colocam ao País, tanto a nível interno, como a nível regional e internacional.

Antes disso, Janine Lélis fez uma retrospectiva pela história das Forças Armadas de Cabo Verde lembrando que a sua história inicia em meados dos anos 60 com a mobilização de alguns jovens militantes do então Partido Africano para Independência de Cabo Verde e Guiné-Bissau (PAIGC) que prestaram a 15 de Janeiro de 1967 um juramento de fidelidade à luta para independência do País.

No entanto, segundo a mesma fonte, a primeira Constituição da República de Cabo Verde “não registou constitucionalmente a organização”.

“Foi com o advento da democracia em 1991 e com a Constituição da República de 1992 que as Forças Armadas de Cabo Verde passaram a ser de facto as Forças Armadas de Cabo Verde e estar ao serviço da nação cabo-verdiana”, advogou.

“As Forças Armadas que hoje celebramos vão fazer 30 anos de serviço prestados à sua pátria, ao seu País e ao seu povo”, lançou Janine Lélis, exortando a se celebrar com “entusiasmo” a importância da instituição castrense “enquanto guardião da liberdade e segurança do povo cabo-verdiano e do ordenamento constitucional democraticamente estabelecido”.

Durante a cerimónia de cerca de uma hora e meia, a ministra da Defesa Nacional e o comandante do Estado Maior das Forças Armadas, Anildo Morais, condecoraram alguns militares com medalhas de comportamento exemplar e de serviços relevantes.

LN/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos