Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Jamal Khashoggi foi desmembrado depois de morto no consulado saudita – CNN

Istambul , 16 Out (Inforpress) – O corpo do jornalista desaparecido Jamal Khashoggi foi desmembrado depois de ter sido assassinado há duas semanas no consulado saudita, em Istambul, afirmou hoje uma fonte turca à estação televisiva CNN.

No seu portal na Internet, a estação de televisão norte-americana avançou que o Presidente, Recep Tayyip Erdogan, afirmou hoje de manhã que os investigadores turcos estavam a analisar materiais “tóxicos” e “pintados”.

As autoridades turcas investigam o desaparecimento do jornalista saudita Jamal Khashoggi, que a 02 de Outubro entrou no consulado para tratar de questões administrativas, não voltando a ser visto.

Um oficial da polícia turca disse hoje à imprensa, sob condição de anonimato, que durante as buscas foram encontradas provas de que o jornalista foi morto no consulado.

Na segunda-feira, ainda segundo a CNN, a Arábia Saudita deverá admitir que Khashoggi morreu no consulado, durante um interrogatório que correu mal.

Estados Unidos, ONU, Alemanha, França e Reino estão entre os que pediram uma investigação completa ao desaparecimento do jornalista, crítico do príncipe herdeiro saudita e auto-exilado nos Estados Unidos desde 2017, onde escrevia nomeadamente para o Washington Post.

O chefe da diplomacia norte-americana, Mike Pompeo, reuniu-se hoje com o rei saudita Salman bin Abdelaziz e o príncipe herdeiro Mohammed bin Salman, e, segundo anunciou hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros turco, Mevlut Cavusoglu, vai estar na quarta-feira na Turquia.

“Esperamos a visita de Pompeo à Turquia. Não sabemos que informação trará de Riade, explicá-lo-á quando chegar”, disse o ministro turco.

Lusa/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos