IV Fórum Mundial DEL poderá render aproximadamente 60 mil contos para sector privado cabo-verdiano

 

Cidade da Praia, 05 Out (Inforpress) – O IV Fórum Mundial de Desenvolvimento Económico e Local (DEL), a ter lugar na Cidade da Praia, de 17 a 20 de Outubro, poderá render aproximadamente 60 mil contos em receitas para o sector privado cabo-verdiano.

De acordo com a comissão nacional organizadora, um estudo realizado sob a sua coordenação demonstrou que esse evento, para o qual estão esperados mais de dois mil participantes, pela sua dimensão, terá um impacto “muito significativo” na economia local e na dinâmica da Cidade da Praia.

Para o sector privado irá gerar inúmeras oportunidades de negócio em vários domínios. Só em termos de alojamento estima-se cerca de 24 mil contos. A nível da alimentação as receitas poderão rondar 20 mil contos e para os serviços de transporte aproximadamente seis mil contos.

A comunicação, o lazer e a digressão são outras áreas que, segundo esse estudo, obterá “ganhos significativos” durante os três dias do evento.

Perspectiva-se ainda que só em matéria de lazer e digressão e nos pequenos consumos, bem como na compra dos “souvenirs” os participantes do fórum irão deixar na Cidade da Praia entre 9 a 10 mil contos.

Por isso, a comissão nacional organizadora tem promovido encontros e reuniões com o sector privado no sentido de incentivar os pequenos empresários a promover actividades e iniciativas geradoras de rendimento durante este grande evento mundial.

O IV Fórum Mundial de Desenvolvimento Económico Local é um “grande evento” de carácter global que trará à Cidade da Praia altas personalidades, membros do Governo locais e regionais, organizações da sociedade civil e representantes do sector privado e das academias.

Estão esperados cerca 2 mil participantes, num evento com mais de 190 oradores para cerca de 50 sessões, onde vão ser debatidos temas ligados ao desenvolvimento económico local, no quadro dos objectivos de desenvolvimento sustentável.

Tem como objectivo promover o diálogo, partilhar experiências e estimular parcerias para as acções concretas em matéria de desenvolvimento económico e local.

MJB/ZS

Inforpress/fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos