Integração regional de Cabo Verde na CEDEAO só será efectiva com resolução do problema dos transportes – governantes (c/áudio)

Cidade da Praia, 02 Nov (Inforpress) – O Governo de Cabo Verde e a Comissão da CEDEAO reforçaram hoje a ideia de que a integração regional de Cabo Verde na comunidade só será efectiva e dinâmica com a resolução do problema dos transportes

O assunto esteve em análise durante um encontro entre a delegação da CEDEAO presidida pelo presidente Jean Claude Kassi Brou, que se encontra de visita ao arquipélago, e o vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças, Olavo Correia e sua comitiva.

No final da reunião o secretário de Estado das Finanças, Gilberto Barros, disse à Inforpress que ficou acordado que no fim desta missão, que termina neste sábado, deverá sair um plano de acção “por forma a tornar essa ideia e vontade política uma realidade”.

“Na verdade, sem transportes marítimos e aéreos é difícil falar de integração regional. A primeira prioridade neste momento é mesmo resolver a questão dos transportes”, disse o governante adiantando que durante o encontro foi reforçada a ideia de que é difícil, sobretudo, para Cabo Verde, que é um país arquipelágico, ter integração regional sem ligações com o continente.

Do lado do Governo cabo-verdiano Gilberto Barros adiantou que já no mês de Dezembro a TACV vai retomar os voos com o Senegal, sendo que a intenção de Cabo Verde é também ter ligações áreas para Costa de Marfim e para Nigéria.

“Assim Cabo Verde ficará mesmo integrado na sua região e desta forma podemos então reduzir os preços dos produtos produzidos na sub-região”, sustentou referindo-se também às negociações para ligações marítimas.

Durante o encontro de hoje foram analisadas ainda questões relacionadas com o financiamento da economia e a agricultura.

O secretário de Estado das Finanças adianta que há um princípio de que a CEDEAO vai também apoiar Cabo Verde na área da agricultura.

“A CEDEAO tem na sua agenda uma conferência sobre agricultura para toda sub-região para, na verdade, com base nos planos de investimentos, investir em todos os países da sub-região e nós também em Cabo Verde tencionamos realizar uma mesa redonda sobre esse aspecto”, disse indicando que o assunto agricultura vai ser detalhado num encontro que a missão terá com o ministro do Ambiente e Agricultura, Gilberto Silva.

A delegação da CEDEAO que é chefiada pelo presidente Jean Claude Kassi Brou integra ainda o comissário dos Recursos Humanos, o cabo-verdiana Jeremiais Dias Furtado e o director do comércio Obideyi Gbenga e o director da Agricultura e Desenvolvimento Rural Alain Sy Traoré.

Para além desse encontro com o vice-primeiro-ministro, na manhã de hoje a missão visitou o CERMI e o Centro Regional para Energias Renováveis e Eficiência Energética (ECREE).

Ainda no decorrer do dia de hoje o presidente da Comissão da CEDEAO terá uma audiência com o presidente da Assembleia Nacional, com o governador do Banco de Cabo Verde e com o Presidente da Republica, Jorge Carlos Fonseca.

MJB/FP

Inforpress/fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos