Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Insuficiência de água e altos custos de energia ditaram o encerramento do furo em Nossa Senhora da Luz – Água de Rega

Cidade da Praia, 26 Nov (Inforpress) – O presidente da empresa Água de Rega, Jaime Ferreira, disse hoje que a insuficiência de água e os altos custos de energia ditaram o encerramento do furo PT06 na Freguesia de Nossa Senhora da Luz, São Domingos.

Em conversa com a Inforpress na sequência da notícia que dá conta de uma manifestação de protesto contra o encerramento desse furo, realizada hoje por um grupo de 16 agricultores de Ribeira de Achada Baleia – Cancelo, Jaime Ferreira explicou que a questão da sustentabilidade esteve na base da decisão.

“Nós estivemos a trabalhar no furo e concluímos que o furo não estava a produzir água. Tirava mais ou menos uma a duas toneladas de água por hora e depois tinha um custo elevadíssimo de energia e para chegar às parcelas dos agricultores já em vez de duas toneladas chega apenas uma”, disse, indicando que o custo de energia é mais do que o dobro do valor da facturação.

“O furo tem produzido 274 litros por hora com um custo de 12 mil escudos e facturação de seis mil escudos mensais”, precisou Jaime Ferreira que adiantou ainda que os trabalhos técnicos apontaram que o mesmo entrou em falência devido à sobreexploração, pelo que com os custos de energia a empresa não podia mantê-lo.

Perante essa situação disse que, tendo em conta os investimentos previstos, a empresa decidiu, enquanto esses investimentos não estiverem concluídos, contemplar os agricultores com água de outros furos, localizados nas proximidades nomeadamente do PT 25 e o PT 42.

“Nos tentamos que todos os agricultores fossem contemplados com água para poder, de momento, resolver os seus problemas mas estamos cientes de que não é a quantidade de água com que estavam acostumados”, frisou.

Entretanto, os agricultores consideram que mesmo produzindo pouca água, o furo PT06 devia ser mantido em funcionamento para garantir a irrigação das suas parcelas.

“O furo tem pouca água mas é a fonte para ganharmos o nosso pão de cada dia. Somos 16 agricultores, chefes de família e é nas nossas parcelas que ganhamos o sustento para a nossa família. Perdemos a nossa plantação e neste momento estamos todos parados em casa e com as nossas famílias a passarem por necessidades”, disse o porta-voz dos agricultores, José Luís Moreira.

O responsável da Água de Rega adiantou, entretanto, que neste momento está em curso um projecto de mobilização de água, em fase de criação de redes para levar água de qualidade e em quantidade à zona de Achada Baleia.

“Já temos o reservatório construído e, com a dessalinização de água para breve em Achada Baleia, vamos fazer a rede de distribuição que vai contemplar todos esses agricultores”, disse adiantando que todos os agricultores de Nossa Senhora da Luz já conhecem o projecto porque o mesmo foi socializado.

MJB/HF

Inforpress/fim 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos