Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Instituto Tecnológico de Canárias assegura que projecto “ADAPTaRES” é “rentável e seguro” (c/áudio)

Assomada, 10 dez (Inforpress) – O representante do Instituto Tecnológico de Canárias – ITC assegurou hoje que o projecto “Uso eficiente das águas e sua reutilização para a adaptação às mudanças climáticas na Macaronésia – ADAPTaRES” é “rentável e seguro”.

Gilberto Martel deu essa garantia em declarações à imprensa, à margem da apresentação dos resultados do referido projecto na parcela experimental de reutilização de águas residuais em Achada Galelo, Santa Catarina, depois de três anos da implementação do mesmo.

“ADAPTaRES é um projecto de adaptação às alterações climáticas, em que vamos reutilizar a água residual das Estações de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) para aproveitar na agricultura”, explicou, garantindo que essa reutilização é “rentável e seguro”.

De momento, informou que há dois projectos experimentais na ilha de Santiago, sendo um em Santa Cruz e um em Santa Catarina, com cultura de milho, cujo resultado foi apresentado hoje.

A mesma fonte fez saber ainda que esta é a terceira colheita da cultura de milho a ser feita nessa parcela de Santa Catarina. Por isso, afirmou existir muita experiência sobre a evolução do solo, da planta, da qualidade da água, e também da qualidade do produto, neste caso o milho.

Na ocasião, anunciou que tendo recursos, a ideia é, através dessa fase experimental, massificar este projecto a nível nacional, visando partilhar os conhecimentos e experiências adquiridos ao longo dos últimos três anos com os agricultores e outras instituições.

Se tal acontecer, disse acreditar que se vai conseguir adaptar à situação de seca que o País tem enfrentado, referindo-se à seca severa e ao mau ano agrícola dos últimos três anos.

Gilberto Martel aproveitou ainda para assegurar que a técnica utilizada no âmbito desse projecto vai ajudar a poupar a água e não deixa que a mesma (água residual) entre em contacto com o produto a ser consumido.

Além da colheita e pesagem das espigas de milho e divulgação dos principais resultados do projecto “ADAPTaRES” aos parceiros do projecto, foi realizado um encontro com os agricultores do município de Santa Catarina para lhes explicar todo os meandros do projecto e os principais resultados.

“O projecto “ADAPTaRES” tem como principal objectivo promover a adaptação às alterações climáticas, através da promoção do uso eficiente da água e a sua reutilização na Macaronésia”, lê-se na apresentação do projecto.

O mesmo é co-financiado pelo programa INTERRGE-MAC, da União Europeia, e tem como parceiros em Cabo Verde a ANAS, AdS, INIDA, Uni-CV, DNA e colaboram no projecto também DNE e as delegações do Ministério de Agricultura e Ambiente de Santa Catarina e Santa Cruz.

O projecto é coordenado pelo Instituto Tecnológico das Canárias, com a participação da Universidade das Palmas de Gran Canária.

FM/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos