Instituto do Arquivo Nacional apresenta livro que conta história cultural de Cabo Verde através dos selos

Cidade da Praia, 03 Nov (Inforpress) – O Instituto do Arquivo Nacional de Cabo Verde (IANCV) e parceiros apresentou hoje ao público praiense o livro “A Cultura das Ilhas nos Selos Postais de Cabo Verde” da autoria de Ana Mafalda Moreira.

O livro de 185 páginas, assim como a exposição com o mesmo título, proporciona ao público uma viagem à cultura cabo-verdiana patenteada em selos nas mais diversas áreas de cultura, culinária, música e festas tradicionais.

Em declarações à imprensa, à margem do lançamento da obra, o conservador do IANCV, José Maria Borges adiantou tratar-se do cumprimento da missão da instituição que tem como objectivo “promover a salvaguarda e a valorização do património”, assim como a promoção da divulgação do património existente.

“Esta promoção é feita através de exposições, publicações de livros e manuais, e de um conjunto de ferramentas que usamos para divulgar e promover a fluição cultural do património que existe sobre a nossa guarda no Arquivo Nacional”, disse.

Na sua comunicação, José Maria Borges sublinhou ainda que o instituto possui um museu com um conjunto de colecções, sendo uma delas a de filatelia e que pertencem aos selos doados pelos Correios de Cabo Verde e que datam de 1983 a esta parte.

Segundo o presidente do conselho de administração dos Correios de Cabo Verde, Isidoro Gomes, o livro detém 173 memórias de retrato do que é a vida da cabo-verdianidade através de selos.

“Há mais de 170 anos que os Correios transportam Cabo Verde para além-fronteira, pelo que acreditamos que através de selos postais promovemos o país lá fora e que muito dos que visitam o país tomaram essa decisão com base nesta curiosidade”, afirmou, lembrando que estes valores têm também, além de peso cultural, o económico.

Referiu ainda na declaração à imprensa, que no ano 2022 os Correios de Cabo Verde pretendem através de selos homenagear os primeiros centenários da Cidade de São Filipe.

A responsável pela edição, Ana Mafalda Moreira, que também é técnica do IANCV, manifestou-se satisfeita por ter seguido uma investigação que a levou a imprimir a história dos selos de Cabo Verde numa edição dedicada à cultura cabo-verdiana.

Para o apresentador Leão Lopes, que encoraja os Correios a continuar a promover a história do país através dos selos, o livro é uma contribuição importante para a filatelia.

A obra “A Cultura das ilhas nos selos postais de Cabo Verde” é fruto da missão do IANCV em promover a salvaguarda e valorização, o acesso e fruição do património arquivístico, fotográfico e museológico e enquadra-se no âmbito do Dia nacional da Cultura.

PC/CP

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos