Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Instituições fazem “Djunta mon” para melhorar intervenções em relação aos idosos (c/áudio)

Mindelo, 02 Out (Inforpress) – As instituições públicas e sociais reuniram-se, hoje no Mindelo, para analisar melhorias às políticas de intervenção relativamente aos idosos, uma iniciativa da Câmara Municipal de São Vicente, que se enquadra na comemoração do mês do idoso.

Esta reflexão, segundo a vereadora do Pelouro Social, Lídia Lima, tem por objectivo ouvir as diversas entidades públicas e privadas sobre aquilo que têm feito nessa área, com cada uma a apresentar as suas experiências e depois “juntos” enfrentar os desafios.

“Porque achamos que um trabalho em rede e articulado sempre é bom e se pode reforçar em termos de melhorias” explicou a vereadora, que acrescentou pretender-se ver “se há necessidade de mais intervenções” por parte do Governo nessa matéria.

“Há muita boa vontade das instituições, das associações que têm vindo a trabalhar com os idosos, mas todas têm as suas carências e limitações de nível financeiro e outras. Por isso, achamos ser preciso algum reforço”, lançou.

Neste sentido, durante o encontro do dia de hoje, conta-se fazer uma análise para ver, ajuntou, onde se pode “afinar melhor” as articulações e o que se precisa “receber a mais” para melhorar as intervenções.

A câmara municipal, como responsável da ilha, achou por bem, segundo a mesma fonte, promover esse diálogo, na medida em que, em São Vicente, existem “centenas de idosos” que vivem com a pensão mínima de 4.900 escudos.

Lídia Lima enumerou algumas iniciativas desenvolvidas pela edilidade para apoiar os idosos como a Loja Social, a rede de saúde e a ajuda dada à Associação dos diabéticos de São Vicente, que “apoia muitos idosos”, e a “preferência” que têm os idosos no programa de reabilitação de casas “Isdob compô bo casa”.

Mas, adiantou, “apesar de tudo que tem sido feito” pelas instituições, há ainda “muitos problemas com os idosos”, principalmente na área de alimentação e saúde.

Esta actividade que se insere nas comemorações de “Outubro, mês do idoso”, reuniu, na Biblioteca Municipal, várias entidades, entre as quais a Polícia Nacional, a Associação Cabo- verdiana de Apoio à Terceira Idade (ACATI) e a Delegacia de Saúde de São Vicente, que representada pelo delegado, Elísio Silva, apresentou o painel “Factores determinantes para o envelhecimento saudável do idoso”.

Elísio Silva aproveitou para lançar a questão “se o sistema de saúde está preparado para cuidar dos idosos que cada vez envelhecem com mais idade”, questionou.

LN/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos