Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Instituições e organizações apostam no ATL para as férias de verão das crianças e jovens

Cidade da Praia, 27 Jul (Inforpress) – Teatro, dança, música, culinária, expressão plástica, reciclagem, atelier de pintura e visitas a museus são algumas sugestões de ocupação de tempos livres para as férias de Verão propostas pelas instituições e organização da capital do país.

Com o fim de mais um ano lectivo, várias instituições como a Câmara Municipal da Praia, (CMP), o Centro Cultural do Brasil (CCB), a Associação das Crianças Desfavorecidas (Acrides) e a Companhia de Teatro Fladu Flá prepararem um programa de promoção de actividades que permitam a ocupação das crianças e dos jovens no período das férias.

Em declarações à Inforpress, a coordenadora da área infantil da CMP, Neusa Bettencourt, explicou que a edição deste ano acontece de 01 a 24 de Agosto nos bairros de Castelão, Vila Nova, Bela Vista, São Pedro e Platô.

Segundo adiantou a responsável, serão proporcionadas às crianças dos 06 aos 12 anos várias actividades e que as oficinas serão ministradas por profissionais de cada área acompanhadas de monitoras.

“Serão ministradas oficinas de culinária, música, dança, reciclagem, expressão plástica, pintura na tela e areia, artesanato, construção e moldagem, oficina de química e biologia”, avançou Neusa Bettencourt, que assegurou que as actividades acontecem das 14h00 as 18h00 e de segunda a sexta-feira.

Para a responsável, tendo em conta que Actividades de Tempos Livres (ATL) é uma forma de ocupar e de educar as crianças e os jovens, optaram também por fazer oficinas de Educação para cidadania, saúde oral, primeiros socorros, educação nutricional, educação física, educação ambiental e visitas temáticas a museu.

Avançou que as salas da zona de Bela Vista, São Pedro e Platô serão compostas por 30 crianças acompanhadas de seis monitoras e da dos restantes bairros terão 25 lugar e serão seguidas por cinco monitoras.

Por outro lado, a Companhia de Teatro Fladu Flá vai promover, de 30 de Julho a 30 de Agosto, no Auditório Nacional, oficinas de teatro de Verão destinadas às crianças dos 06 a 14 anos e jovens dos 14 a 18 anos.

Segundo adiantou o director artístico, Sabino Baessa, a ideia é criar nas crianças e jovens o gosto e o hábito de trabalhar a arte, sendo que para além de trabalharem a componente estética, vão desenvolver também o corpo e a mente.

“As actividades acontecem de manhã, das 10 as 12, e à tarde,. das 15 as 17 horas e custam 1500 escudos”, esclareceu o responsável que revelou que a sala terá lugar para 20 crianças.

Sabino Baessa explicou que para as crianças serão desenvolvidas técnicas de teatro com linguagem que lhes permitam brincar e ao mesmo tempo captar informações, enquanto que os jovens terão acesso a outro nível de linguagem.

Por seu turno, a Associação das Crianças Desfavorecidas (Acrides), que, à semelhança dos anos anteriores conta com a participação de jovens voluntários, vai estar no bairro de Tira Chapéu com uma media de 100 crianças, sendo que 67 estão inscritos na associação.

Segundo o consultor da Acrides, João Semedo, as actividades vão decorrer de 01 a 30 de Agosto na escola capelinha de Tira Chapéu e serão gratuitas.

“Acções recreativas, aulas de música, pintura, desenho, dança, teatro , são, entre outras actividades a serem proporcionadas às crianças que se encontram de férias”, disse o responsável, sublinhando que a colónia de férias acontece no período de manhã e à tarde.

Já o Centro Cultural Brasil (CCB) tem agendado várias actividades, como pintura, circo com acrobacia, hip hop, culinária, oficina de colagem que trabalha a fotografia digital, teatro, actividades lúdicas de promoção da língua portuguesa e arteteca.

A directora do CCB, Marilene Baessa, explicou que a primeira quinzena acontece de 16 a 27 de Julho, a segunda está prevista para 30 de Julho a 10 de Agosto e a terceira e última irá decorrer de13 a 24 de Agosto.

“As oficinas de Verão custam 2000 mil escudos e apenas o curso de culinária de uma semana tem o preço de 1500”, indicou a directora que afirmou que as actividades do período de manhã estão destinadas às crianças e à tarde é reservada aos adolescentes.

AV/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos