Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Instalação em Cabo Verde de uma sede do BM é exemplo de confiança no país – Ministro das Finanças (c/áudio)

Cidade da Praia, 13 Fev (Inforpress) – O vice-primeiro-ministro e ministro das Finanças considerou hoje a assinatura de acordo para a instalação em Cabo Verde de uma sede do Banco Mundial como um “exemplo de confiança” no país, nas suas instituições e no seu futuro.

Olavo Correia fez essa afirmação quando falava sobre o acordo com essa instituição financeira internacional, rubricado hoje na Cidade da Praia, entre o governante cabo-verdiano e a Directora de Operações para Cabo Verde do Banco Mundial (BM), Louise Cord.

O vice-primeiro-ministro, que agradeceu a aposta do BM no país, lembrou que, neste momento, o arquipélago beneficia de uma carteira de projectos importante e que totalizam mais de cem milhões de dólares.

“Os projectos estão em crescimento com uma boa performance, mas temos espaços para melhorar e estamos todos comprometidos a trabalhar para que os resultados possam aparecer para as ilhas, as pessoas, empresas e instituições”, disse o governante.

Segundo Olavo Correia, a decisão de ter em Cabo Verde um representante permanente do BM para dialogar com as instituições cabo-verdianas, dar respostas no momento certo, aprimorar e aprofundar o dialogo é “extremamente importante” para o que o Governo quer construir.

Feito isso, lembrou que “o Estado não faz, mas sim é um mero servidor” que quer ajudar para que as coisas sejam feitas pelos terceiros.

Com os meios existentes e os que serão disponibilizados no futuro, vai servir, conforme o ministro das Finanças, para se apostar na criação de oportunidades para pessoas, educação de excelência, educação profissional e oportunidades para as empresas visando melhorar o ambiente de negócio.

Por sua vez, a Directora de Operações para Cabo Verde, que teceu algumas palavras de estímulo para com o país, fez referência ao valor de 10 milhões de dólares do BM para apoiar a reforma da educação e da qualificação, assim como para o combate às desigualdades sociais e aposta na geração de uma nova política social promotora da dignidade da pessoa.

PC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos