INSP capacita trabalhadores de saneamento da CMRGS sobre impacto da higienização das mãos na saúde

Cidade da Praia, 20 Jul (Inforpress) – O Instituto Nacional de Saúde Pública (INPS) realizou hoje uma acção de capacitação sobre o impacto da higienização das mãos na saúde pública, destinada aos trabalhadores do saneamento da Câmara Municipal de Ribeira Grande de Santiago (CMRGS).

Segundo Argentina Tomar, responsável pela comunicação de risco do INSP, o objectivo de mais esta acção, que está enquadrado no plano de acção do Instituto, é reforçar e relembrar a importância da lavagem e da higienização das mãos, visando a prevenção das doenças.

“Já fizemos esta acção de capacitação com as escolas, com os jardins de infância, com as estruturas de Saúde e agora estamos a fazer com as Câmaras Municipais. Já fizemos com a Câmara de São Salvador do Mundo, hoje estamos com a CMRGS e amanhã vamos para Santa Cruz. O nosso objectivo é incutir nas pessoas a importância da lavagem das mãos”, explicou.

Argentina Tomar sublinhou que a correcta higienização das mãos, praticada nos momentos-chave contribui significativamente para a prevenção de doenças infecciosas parasitárias, em especial a diarreia.

“Nos temos visto, de acordo com os relatórios estatísticos, que as doenças diarreicas, embora tenham alguma diminuição, têm sido uma preocupação a nível mundial, assim como as doenças associadas à má higienização das mãos. Por isso, estamos aqui a mostrar às pessoas o que podem fazer para minimizar ou então eliminar essas situações”, disse.

A responsável pela comunicação de risco do INSP salientou que a importância da lavagem das mãos ganha relevo, sobretudo, quando se trata de pessoas que trabalham na área do saneamento e que estão acostumados a lidar com todos os tipos de dejectos.

“É uma profissão que é de alto risco. Eles lidam com todo o tipo de dejectos e têm de ter medidas de protecção próprias, e têm de ter um cuidado redobrado na lavagem e higienização das mãos”, sustentou.

No final da formação os participantes receberam kits de higienização das mãos, oferecidos pelo Instituto, que também ofertou à Câmara Municipal dispensadores de álcool gel e sabão líquido, bem como as recargas.

MJB/HF

Inforpress/fim

 

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos