Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Inquérito  sobre doenças transmissíveis em Cabo Verde começa no próximo mês – INE

Cidade da Praia, 05 Nov (Inforpress) – O vice-presidente do Instituto Nacional de Estatística (INE),   Celso Soares, anunciou hoje que no próximo mês a instituição inicia, em colaboração com o Ministério da Saúde, um inquérito  sobre as doenças transmissíveis em Cabo Verde.

“O inquérito vai ser implementado  conjuntamente com o Ministério da Saúde, com a liderança técnica do Instituto Nacional de Estatística”, precisou Celso Soares.

O vice-presidente do INE fez este anúncio em declarações à imprensa à margem do workshop para a avaliação da qualidade dos registos administrativos, que decorre de hoje a sexta-feira, 08, na Cidade da Praia,   no quadro da implementação do processo de avaliação das políticas públicas em Cabo Verde.

Celso Soares considerou, ainda, que “desde há muito tempo” o INE vem produzindo uma série de estatísticas, com base em dados administrativos que lhe são fornecidos, classificando-os de “qualidade muito elevada” pois, caso contrário, segundo ele, a instituição não os utilizaria para a produção da estatística.

Segundo aquele responsável, o INE tem o “grande compromisso” de, em Março de 2020, apresentar na reunião anual das estatísticas  em Nova Iorque,   o manual da governança.

“Já estamos na fase final do draft do manual e já o submetemos à consulta mundial, que é a recomendação das Nações Unidas, e, neste momento, estamos a recolher subsídios para, no mês de Março,  apresentarmos a versão definitiva”, acrescentou o vice-presidente do INE.

Instado sobre os dados estatísticos relativos ao número de pobres em Cabo Verde, revelou que o último relatório do inquérito sobre as despesas familiares indica que a pobreza afecta cerca de 33 por cento da população cabo-verdiana.

Os dados sobre a pobreza, segundo Celso Soares, vão ser actualizados com o novo inquérito sobre as “condições de vida que agora se vai iniciar”.

Perguntado sobre o impacto de dois softwares fornecidos pelo Banco Mundial (BM) para melhorar a qualidade da estatística no país, assegurou que os mesmos “estão e resultar e muito”, porque, prosseguiu, as instituições já começaram a apropriar deles.

Por sua vez, a representante do Banco Mundial em Cabo Verde Fatou Fall, destacou o envolvimento do BM num programa de assistência técnica, com vista a “fortalecer e monitoramento e avaliação” do Plano de Estratégico de Desenvolvimento Sustentado (PEDS).

LC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos