Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Inpharma empenhada em ajudar países da CEDEAO a melhorar o controlo de qualidade dos seus laboratórios

 

Cidade da Praia, 23 Mai. (Inforpress) – A directora-geral da Inpharma (empresa de produção de medicamentos) Lisete Lima, disse hoje que a sua empresa está empenhada em ajudar seis países da CEDEAO a melhorar o controlo de qualidade dos seus laboratórios nacionais.

Lisete Lima fez estas declarações à imprensa à margem de um ateliê de exame e de validação dos resultados da missão de apoio aos laboratórios nacionais de controlo de qualidade dos medicamentos de um grupo de países da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO), que decorre de 23 a 25 na Cidade da Praia.

Participam neste evento representantes de Burkina Faso, Côte d’Ivoire, Mali, Mauritânia, Níger e Chade.

Segundo a fonte, o Laboratório de Controlo de Qualidade de Medicamentos de Cabo Verde (Inlab) foi convidado para apoiar os laboratórios daqueles Estados da África Ocidental, com vista a atingirem, também, as suas respectivas acreditações.

O Inlab é, desde 2008, certificado segundo a norma ISO 17025, tornando-se no primeiro laboratório da região acreditado na área de ensaios para medicamentos.

“Pela sua experiência, [o Inlab] foi solicitado para apoiar os outros laboratórios a atingirem este nível de competências”, precisou Lisete Lima, que a partir desta segunda-feira, 22, passou a dirigir os destinos da Inpharma.

De acordo com esta responsável, a Inpharma vai transmitir a sua experiência aos representantes dos laboratórios dos seis países da CEDEAO, além de um encontro com a representante da Organização Oeste-Africana da Saúde (OOAS) para a apresentação do resultado da consultoria feita.

Lisete Lima acredita que, neste momento, os referidos laboratórios, com a consultoria do Inlab, têm capacidade para atingirem, “com algum trabalho e apoio”, a acreditação.

Do programa do ateliê de três dias constam vários pontos, nomeadamente a apresentação dos Termos de Referência da missão de apoio do Inlab aos beneficiários LNCQM do Projecto SWEDD, a elaboração do plano de formação dos LNCQM, a elaboração de um plano de acção e de um roteiro harmonizado pelas intervenções da OOAS no quadro do Projeto SWEDD, a definição dos indicadores de acompanhamento da performance dos LNCQ, entre outros.

LC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos