Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

INE regista aumento da variação trimestral do Índice de Produção na Construção Civil no quarto trimestre de 2020

Cidade da Praia, 16 Mar (Inforpress) – A taxa de variação trimestral do índice de produção na construção civil no quarto trimestre de 2020 foi de 2,2%, traduzindo num aumento de produção face ao trimestre anterior, segundo dados divulgados hoje pelo INE.

De acordo com o Instituto Nacional de Estatística (INE), no último trimestre do ano transacto, a produção na construção civil aumentou 10,6 por cento (%), em relação ao período homólogo de 2019, pois o índice de produção na construção civil situou-se em 117,3.

“Esta variação foi acompanhada pelo aumento de todos os materiais, com particular destaque para os materiais de instalação e canalização sanitária (40,1%), materiais de electricidade (24,4%) e materiais de base (12,8%), com variações acima do Índice de Produção na Construção Civil (IPCC).

 Os materiais de base foram os que mais contribuíram na variação homóloga global, ou seja, 9,0% num universo de 10,6%”, explica a nota do INE.

Na sua análise quanto a variação trimestral, os dados do INE indicam que o índice de produção na construção civil no quarto trimestre de 2020, no qual foi registado um aumento 2,2% relativamente ao trimestre anterior, foi marcado pelo aumento dos materiais de electricidade (36,0%), esquadria (35,7%), materiais de pintura (15,8%), materiais de instalação e canalização sanitária (12,4%) e materiais de revestimento (4,7%).

Os materiais de pintura, ainda de acordo com a fonte, foram os que mais contribuíram na variação global trimestral do IPCC.

O Índice de Produção na Construção Civil (IPCC) é um indicador que tem como objectivo obter informação trimestral sobre a evolução da produção na construção civil e é calculado tendo como suporte o volume dos materiais consumidos nas construções.

O ano base do índice é o ano 2012 onde se fixaram os produtos, os ponderadores e a produção média de referência.

Para a produção desta estatística o INE assegurou ter como fonte de informação as empresas com sede no território cabo-verdiano, enquanto a fonte de informação para a produção do IPCC são as empresas cujas classificações das actividades económicas se enquadram nas actividades de construção civil.

Já no que se refere à análise dos principais resultados no ano de 2020, a produção na construção civil diminuiu 4,2%, em relação a 2019.

O baixo nível de produção verificado no segundo  trimestre de 2020, com impacto na produção global do mesmo ano é justificado pelo INE como consequência do período de confinamento decorrente da crise pandémica da covid-19.

SR/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos