INE realiza inquérito para actualização dos indicadores demográfico e de saúde reprodutiva

 

Cidade da Praia, 01 Dez (Inforpress) – O Instituto Nacional de Estatística (INE) vai realizar, no primeiro trimestre de 2018, um inquérito global para actualizar os indicadores Demográfico e de Saúde Reprodutiva em Cabo Verde, que datam de 2005.

A informação foi dada hoje à imprensa pelo coordenador técnico do projecto III Inquérito Demográfico e de Saúde Reprodutiva (III IDSR), Orlando Monteiro, à margem da abertura de uma formação para os inquiridores que vão realizar o inquérito piloto na Cidade da Praia e São Domingos.

Esses jovens, que recebem formação durante duas semanas, vão testar os instrumentos de 15 a 21 de Dezembro, para que possam estar preparados para o inquérito global, que acontece no primeiro trimestre de 2018.

Segundo Orlando Monteiro, é importante actualizar os indicadores, não só no domínio demográfico, mas também da saúde reprodutiva, saúde da criança, saúde das mulheres e dos homens no âmbito do VIH-Sida e outras doenças transmissíveis e no que diz respeito ao comportamento das pessoas perante a violência, sobretudo nos agregados familiares.

Durante este inquérito, que visa conhecer melhor a situação sociodemográfica e a saúde reprodutiva dos cabo-verdianos, vai ser feita recolha de sangue para medir a prevalência do VIH/Sida e da anemia, bem como será avaliado o estado nutricional das crianças e das mulheres.

“Para este inquérito, temos que ter o consentimento declarado do indivíduo para a recolha do sangue e autorização para realizar o teste de VIH”, anotou Orlando Monteiro.

Durante este teste-piloto os inquiridores vão aproveitar para sensibilizar as pessoas a aderirem ao inquérito global, pois, segundo Orlando Monteiro, só assim poderão conhecer à situação da saúde dos inqueridos e, ao mesmo tempo, estarão a ajudar as pessoas a prevenir algumas doenças.

O III IDSR será realizado junto de 6000 mulheres, dos 15 aos 49 anos de idade, e 3000 homens, dos 15 aos 59 anos, nos agregados familiares seleccionados.

O teste de VIH/Sida será aplicado a uma sub-amostra de 50% dos agregados seleccionados, em mulheres de 15 aos 49 anos e homens de 15 aos 59 anos.

AM/CP
Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos