Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Implementação do “projecto mobilização de água” inicia a partir do primeiro trimestre de 2022

Cidade da Praia, 28 Dez (Inforpress) – O presidente da Empresa Água de Rega, Jaime Ferreira reiterou hoje, na Cidade da Praia, que o “projecto mobilização de água” para agricultura, financiado pela Hungria, vai ser implementado a partir do primeiro trimestre de 2022.

O objecto do “programa de mobilização de água” para agricultura, conforme apontou, é dotar o sector Agrário de uma capacidade robusta de continuar a produção independentemente de “irregularidades”, mas também gerar rendimentos, emprego para as famílias e empresas, bem como contribuir para a segurança alimentar e aumentar a participação do sector agrário no Produto Interno Bruto (PIB).

Jaime Ferreira que falava à Inforpress reforçou, que o projecto financiado no valor de 35 milhões de euros no âmbito de um protocolo assinado entre Cabo Verde e Hungria, e que se encontra na fase de análise dos estudos, será pago em 18 anos com período de carência de 10 anos.

“Estamos no processo, a terminar a análise dos estudos de viabilidade e também estudos técnicos da implementação do projecto, a identificar os lugares onde serão implementadas as dessalinizadoras e também as unidades de tratamento de águas residuais, terminando os estudos vamos, juntamente, com o nosso parceiro Ino Sistem da Hungria finalizar o projecto no terreno”, adiantou este responsável.

O referido projecto, precisou, possui duas componentes, a dessalinização e a componente de reabilitação de hectares de reutilização de água residual tratada e tem o período de três anos, mas em princípio o projecto vai começar a ser implementado a partir do primeiro trimestre de 2022.

Os primeiros projectos, apontou o mesmo, serão implementados na ilha de Santiago, com três dessalinizadores de água, uma em Bahia, outra em Bahia Achada Baleia no concelho de São de Domingos, e outra em concelho de Santa Cruz.

“Depois nós temos mais dois projectos um no Maio e outro na Boa Vista e temos também três hectares para reutilização de água residual tratada, que é o de Tarrafal, São Miguel e São Vicente. Estes são os primeiros projectos a serem implementados ainda em 2022”, indicou.

Segundo Jaime Ferreira, os critérios primordiais para a selecção dos referidos concelhos têm que ver com a potencialidade agrícola das regiões e das condições, neste caso, água suficiente para a implementação do projecto. 

TC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos