Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal: SINTCAP suspende quota de filiação na central sindical UNTC-CS (c/áudio)

Espargos, 06 Set (Inforpress) – O Sindicato dos Transportes, Comunicações e Administração Pública (SINTCAP), no Sal, suspendeu a quota de filiação que vem pagando à UNTC-CS, até que se resolva a “crise interna por que passa” a mais antiga central sindical cabo-verdiana.

A informação foi avançada hoje pela presidente do SINTCAP, Maria de Brito, segundo a qual a maior central sindical do país, actualmente liderada por Joaquina Almeida, “age por conta própria” sem ouvir as outras organizações sindicais.

“Os sindicatos filiados não são tidos nem achados”, lamentou.

Segundo a sindicalista, a “gota de água” que fez transbordar o copo tem a ver com a comunicação enviada à líder daquela central sindical no sentido de se anular a medida de suspensão de quatro sindicatos, tendo-lhe concedido, conforme explica, 30 dias para o efeito.

“Analisamos esta situação, e por não ter acatado a solicitação, a direcção da SINTCAP decidiu suspender, temporariamente, a quota de filiação que vem pagando, até que a situação interna se resolva”, contou.

Maria de Brito avançou, entretanto, que a organização sindical que representa, decidiu abrir uma extensão da sua conta bancária no sentido de se efectuar, mensalmente, o depósito do montante dos valores que, entretanto, só serão transferidos para a conta da UNTC-CS, “quando a situação for normalizada”.

A sindicalista para quem, também, o ambiente laboral na ilha do Sal “continua agitado”, manifesta preocupação perante um conjunto de problemas que vem afectando os trabalhadores do sector, destacando a situação laboral dos profissionais do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INMG).

Maria de Brito fez essa denúncia durante uma conferência de imprensa, em jeito de balanço, após a direcção ter-se agrupado na sua primeira reunião extraordinária, deste ano, para avaliar o primeiro semestre findo, com enfoque na situação socio-laboral na ilha, entre outras reflexões.

SC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos