Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal: Mulheres bombeiras municipais enfrentam “enormes desafios” – responsável

Espargos, 26 Mar (Inforpress) – A promotora do encontro de mulheres bombeiras, no Sal, para debater o papel da mulher, desafios e conquistas na corporação, considerou hoje que as mulheres bombeiras enfrentam “enormes desafios”, já que é uma profissão de “alto risco”.

Aline Melício, que além de bombeira municipal é também enfermeira, fez essas declarações durante o encontro, reiterando que bombeiro é uma profissão de “alto risco” particularmente para as mulheres mães.

O encontro teve lugar no Salão Nobre dos Paços do Concelho, visando a valorização do activo feminino e a discussão de temas relacionados ao papel da mulher na corporação, seus desafios e conquistas, no âmbito das celebrações de Março, mês da mulher.

Aline Melício, que apresentou o painel sobre “O empoderamento feminino e os desafios da maternidade na carreira de bombeiros”, instiga as damas a lutarem para a realização dos seus direitos e aspirações, sendo certo, reforçou, que “nada se alcança sem sacrifício”.

“Nós mulheres, temos tido muitos desafios, bastante mesmo, dentro da corporação. Gostaríamos que se observasse o empoderamento da mulher no sentido positivo. Não queremos mandar, liderar ou competir…queremos nos posicionar, complementar já que estamos todos sujeitos a aprender”, exteriorizou.

Para o vereador do Saneamento e Ambiente, Francisco Correia, que presidiu o acto de abertura do evento, Sal conta com um corpo de bombeiros que corresponde às expectativas da ilha, isso graças, sublinhou, à colaboração de homens e mulheres desta ilha.

O responsável camarário reiterou a disponibilidade da câmara na criação de condições para a igualdade do género, especialmente no corpo de bombeiro municipal.

“O mundo só será melhor quando homens e mulheres partilham os mesmos valores, causas e objectivos”, frisou, realçando a importância deste encontro, fomentado por este grupo de mulheres bombeiras do Sal.

“Bombeiro e Protecção Civil é a imagem da Câmara Municipal e da ilha do Sal. Vamos criar condições de casernas para que as mulheres tenham privacidade no exercício das suas funções no ambiente laboral”, anunciou.

O grupo constituído por nove mulheres bombeiras municipais, de entre as quais, quatro enfermeiras, foi criado em 2019.

A ocasião foi também um momento para homenagear quatro mulheres pioneiras na incorporação de Bombeiros da ilha do Sal, desta feita da Empresa Nacional de Aeroportos e Segurança Aérea (ASA), bem como debater a proposta da criação de uma Associação de Mulheres Bombeiras do Sal.

SC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos