Ilha do Sal: Indivíduos suspeitos de crimes de homicídio e agressão sexual ficam em prisão preventiva.

Espargos, 18 Mar. (Inforpress) – O Tribunal do Sal manda para atrás das grades dois indivíduos, um do sexo feminino, suspeito de crime de homicídio agravado e crime de aborto induzido, e um rapaz por agressão sexual, detidos segunda-feira em Santa Maria.

Surpreendidos pela Polícia Judiciária, (PJ) fora de flagrante delito, os indivíduos foram presentes esta terça-feira, ao tribunal para efeito do primeiro interrogatório judicial de arguidos detidos e aplicação de medidas de coacção pessoais, tendo sido aplicado a ambos prisão preventiva.

A jovem de 25 anos é acusada de ter provocado um aborto e asfixiado o recém-nascido, provocando a sua morte, tendo deixado o corpo numa das praias de Santa Maria, onde viria a ser encontrado.

Já o outro indivíduo em causa é suspeito de ter agredido, sexualmente, duas cidadãs estrangeiras, em Janeiro e Fevereiro do corrente ano.

Ambos aguardam julgamento encarcerados na cadeia de Terra Boa.

SC/ZS

Inforpress/Fim

Facebook
Twitter
  • Galeria de Fotos