Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal: Festas de Santo António com presença do bispo Dom Ildo Fortes (c/áudio)

Espargos, 12 Jun. (Inforpress) – A festa de Santo António, celebrada a 13 de Junho, vai contar com a presença do bispo Dom Ildo Fortes, que se encontra na ilha do Sal desde quinta-feira para levar jovens e adultos ao sacramento do Crisma.

Este ano sem a habitual procissão, para evitar ajuntamento de pessoas, as festas de Santo António, padroeiro da Paróquia dos Espargos, vão ser presididas pelo bispo Dom Ildo Fortes, para quem não é preciso muita manifestação exterior, “grandes convívios e alarido” para que haja festa.

“Não vai haver grande ajuntamento, mas não deixa de haver festa à mesma. Porque a festa é o acontecimento também do coração, de família, ou seja, nós juntamos para comemorar, assim como uma família por razão de um aniversário, um nascimento (…) pode comemorar de uma forma mais singela, é a mesma coisa na igreja”, observou, clarificando que é possível ter culto, com as devidas medidas de segurança garantidas, isto é, distanciamento entre as pessoas, uso de máscaras e álcool em gel.

“Nessa modalidade, nós fazemos uma festa que é litúrgica, religiosa, não haverá perigo nenhum, e é isso que vai acontecer”, explicou, compreendendo que as paróquias têm que ser também criativas, fazendo “coisas alternativas”, como percorrer com o santo nos diferentes bairros, nos dias que antecedem, ao invés das pessoas saírem das suas localidades e fazer o percurso todos juntos.

“As pessoas não saem das suas zonas, e a imagem vai lá de carro, com a mensagem que passa com som (…). Tem havido muito disso. É uma iniciativa bonita, que acaba por colmatar a ausência da tradicional procissão”, analisou.  

Na sua mensagem, o bispo diocesano vai reflectir sobre a importância do santo padroeiro, Santo António, um dos santos “mais conhecidos” a nível mundial.

“Esta paróquia tem a graça de ter Santo António como seu patrono, um homem que destaca pela sua grande eloquência, douto, que tinha palavras impressionantes, um verdadeiro sábio. Que resolveu deixar o mundo para cuidar dos outros. É um modelo para nós também, precisamos pensar nos outros, não viver só para nós”, frisou.

Nesta linha de pensamento, Dom Ildo Fortes pondera, dizendo que a pandemia da covid-19 veio mostrar que afinal o mundo não é tudo, que há outras coisas importantes, designadamente a família, a relação familiar, ajudar aquele que precisa, entre outras reflexões.

“A solidariedade é uma palavra muito importante neste tempo. Ter os outros como o nosso resort. Ajudar a nossa gente a não sucumbir neste momento de crise. Quem acredita em Deus não pode andar desorientado. Podemos passar por momentos difíceis, mas não estamos sós. A nossa fé é uma luz no nosso caminho”, contemplou, concluindo que “Deus é um pai que não se foi embora”.

SC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos