Ilha do Sal: Festa do município destaca qualidade ambiental sustentando o lema “Com Bandeira Azul cuidamos do Sal”

 

Espargos, 28 Ago. (Inforpress) – A 27ª edição do Festival da Praia de Santa Maria, prevista para 15 e 16 de Setembro, decorre este ano sob o lema “Com Bandeira Azul cuidamos do Sal”, visando acautelar o futuro da praia de Santa Maria.

O programa das festividades do Município celebrado a 15 de Setembro foi apresentado hoje pelo responsável do pelouro da Gestão e Descentralização de Santa Maria, Hermínio Monteiro, durante uma conferência de imprensa, destacando actividades desportivas, culturais, e anunciando, ao mesmo tempo, as grandes bandas que vão ter a responsabilidade de sacudir e animar os festivaleiros na areia da praia da cidade turística, durante dois dias.

Palestras, lançamento de primeiras pedras, inaugurações, entrega de casas sociais – que foram recuperadas – concurso de pinturas no âmbito da Bandeira Azul, a habitual Noite de Guitarra, Miss Turismo, entre outros eventos, fazem, igualmente, parte do cardápio.

Todavia, preocupação maior da nova equipa camarária, prende-se – além de pretender proporcionar um “bom festival” -, levar uma mensagem específica de promoção e preservação ambiental, tendo em vista, segundo o vereador, o futuro da praia de Santa Maria e consequentemente o futuro turístico da ilha do Sal, já que “principal contribuinte” para o Produto Interno Bruto (PIB), nacional.

“A Câmara Municipal assumiu o compromisso de concorrer à Bandeira Azul, que nos permitirá maior organização, saneamento e requalificação urbana. Isso é um desiderato muito importante para esta câmara e é neste sentido que estamos a trabalhar. Daí a escolha da temática para fazer as pessoas entenderem a política desta câmara, de modo a incutir nelas a importância da qualidade e preservação ambiental”, sublinhou.

Nesta base, realçando a urgência em se mudar o figurino em relação à situação da praia de Santa Maria e da cidade turística, Hermínio Monteiro disse que a luta, neste particular vai ser de trabalhar a mentalidade das pessoas.

“Desencadear um conjunto de actividades à volta da Bandeira Azul, envolvendo as pessoas com vista a fazer entender, sobretudo, da importância de cuidarmos da nossa praia. Já estamos a fazer essa intervenção, introduzindo um conjunto de medidas para manter a praia limpa e maior segurança aos banhistas”, acentuou.

Quanto ao festival, em si, que entretanto mantém o mesmo formato, sem avançar o montante que vai ser aplicado para a realização desta 27ª edição, cuja organização conta com o auxílio do músico cabo-verdiano Tito Paris, o responsável camarário assegurou que a logística está toda montada, artistas confirmados, que as coisas “estão e vão” correr bem.

“Primamos pela qualidade. Vamos na mesma linha do festival do ano passado, melhorando uma ou outra coisa… As pessoas podem sair de casa confiantes, que se a natureza permitir, vão assistir um grande festival, um festival de arrombar”, garantiu o vereador Hermínio Monteiro.

O festival, que pela primeira vez deverá ter transmissão em directo pela TCV, pretende alcançar cerca de 78 por cento da população no país mas também na diáspora através da Internet onde se espera atingir uma média de 80 mil visualizações.

SC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos