Ilha do Sal: FA têm vindo a empreender esforços gigantescos para enfrentar os desafios – comandante 2ª Região Militar

Espargos, 15 Jan (Inforpress) – O comandante 2ª Região Militar, no Sal, Alípio Monteiro asseverou, hoje, que as Forças Armadas têm vindo a empreender “esforços gigantescos” no sentido de enfrentar os “grandes desafios” que se colocam, mormente em tempos de pandemia.

Alípio Monteiro fez estas declarações na cerimónia de comemoração do 54ª Aniversário das Forças Armadas, assinalado a 15 de Janeiro, este ano com acto central no Comando da 2ª Região Militar, na ilha do Sal, sem presença de convidados, nem mesmo de militares reformados e na reserva, tendo em conta o contexto de pandemia.

“Cientes dos tempos que vivemos, os desafios continuam a ser grandes e exigentes. As Forças Armadas têm vindo a adaptar e a adequar à nova realidade e às novas obrigações. Perante o flagelo da covid-19 que Cabo Verde enfrenta agora, conseguimos dar respostas capazes na implementação e execução das medidas adoptadas no combate e mitigação da pandemia”, sublinhou o major.

Segundo Alípio Monteiro, não obstante as limitações de ordem material e humana para atender a todos os propósitos, as Forças Armadas “orgulham-se de ter conseguido” alcançar os objectivos propostos.

“Graças a uma elevada preparação, disciplina, espírito de ajuda, sacrifício, vontade de bem servir, com o único propósito de dignificar esta Região Militar, em particular, e as Forças Armadas no geral”, enfatizou.

Fazendo essa leitura, considerou que as Forças Armadas de Cabo Verde, no quadro das suas obrigações vêm cumprindo “com elevado sentido de sacrifício e responsabilidade” as tarefas que lhe são confiadas, no âmbito das missões constitucionalmente consignadas.

“Com patriotismo, realizando e participando em várias actividades, ministrado treinos operacionais, ao qual sentimo-nos bastante orgulhosos de fazer parte”, salientou, alvitrando que a pandemia da covid-19 veio pôr à prova “mais uma vez” a capacidade dos militares em responder “cabalmente” as exigências da missão.

Dirigindo-se ao seu plotão, concretamente, Alípio Monteiro endereçou uma mensagem de apreço e reconhecimento, pelo esforço desenvolvido ao longo do ano transacto marcado pela pandemia da covid-19.

“Como sempre souberam ultrapassar as dificuldades, nas mais diversas missões em que estivemos envolvidos. Por isso, uma saudação muito especial, a todos os militares deste comando que foram destacados para cumprir missões fora desta ilha e aos que neste comando estão em prontidão de alerta, ao serviço de Cabo Verde e dos cabo-verdianos”, manifestou.

Alípio Monteiro, que foi condecorado com a medalha militar de comportamento exemplar, 1ª classe, aproveitou a oportunidade para reforçar que neste contexto de pandemia provocada pelo coronavírus, a “melhor arma” de combate é o distanciamento social, as medidas de protecção individual, como o uso de máscaras, higienização das mãos e ética respiratória.

“É importante cumprir e fazer cumprir essas medidas de prevenção para o bem colectivo”, concluiu.

SC/CP

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos