Ilha do Sal: Démis Almeida volta a assumir a presidência da Comissão Política Regional do PAICV

Espargos, 30 Nov (Inforpress) – Démis Almeida volta a assumir a presidência da Comissão Política Regional do PAICV, no Sal, cuja escolha ocorreu domingo, 29, durante as eleições dos novos órgãos regionais, que contaram com duas listas na corrida interna.

Participaram nestas eleições Démis Almeida, a liderar a lista A, e José Paixão Ramos, a lista B, um total de 433 militante, num universo de 584 inscritos, destacando-se a presença de octogenários neste escrutínio.

A lista encabeçada por Démis Almeida obteve 245 votos contra 154 da B, liderada por José Paixão Ramos.

Numa primeira reacção, Démis Almeida, que já havia desempenhado essas funções, conta que a campanha eleitoral interna, de ambas candidaturas, ao longo das últimas semanas, foi muito “positiva e construtiva”, de mobilização, o que, conforme sublinhou, veio dar “mais vida, mais dinâmica e entusiasmo” aos militantes do partido.

“Fez-se uma campanha interna elevada, pedagógica, centrada em ideias, propostas em projectos para unir, fortalecer e aproximar o partido dos seus militantes, amigos e simpatizantes nas suas bases, mas também para aproximar o partido da sociedade”, concretizou, acentuando que esteve-se perante umas eleições “históricas” no Sal.

“É a primeira vez que há eleições directas plurais na região do Sal, mas também é histórico o nível de participação dos militantes. Nunca tivemos tantos militantes a votar. Estas campanhas internas contribuíram para uma efectiva mobilização dos militantes do partido (…). Isso é muito bom”, enfatizou.

Démis Almeida, que propõe trabalhar para também abrir o partido a novos militantes e simpatizantes, para o efeito, assumiu o compromisso de ter um “programa forte” de formação histórica, política e ideológica dos novos e actuais militantes.

“Neste momento não há lista A nem lista B, há PAICV, e o meu compromisso e o compromisso do camarada José Paixão é de trabalharmos juntos para fortalecermos o partido, as suas bases, criarmos condições para que o PAICV possa atingir os seus objectivos políticos”, apontou, acrescentando que o PAICV sai “muito mais forte, mais unido e melhor preparado” para os desafios políticos que se avizinham.

Conduzido, mais uma vez, à liderança do PAICV no Sal, Démis Almeida propõe criar as condições para ganhar as próximas eleições legislativas de 2021, contribuir para uma maioria absoluta no parlamento nacional e, consequentemente, para que o PAICV possa formar Governo, estando igualmente empenhado em fazer do cidadão que o partido apoiar nas eleições presidenciais de 2021 o Presidente da República de Cabo Verde.

Considerando que o seu mandato estende-se até 2023, ainda no campo dos objectivos políticos, Démis Almeida disse que a Comissão Política Regional do PAICV, no Sal, terá também a responsabilidade de definir uma estratégia para  a conquista da câmara e assembleia municipais do Sal, nas eleições autárquicas de 2024.

“São desafios significativos que, entendemos, com humildade, planeamento estratégico, trabalho, unidade e convergência dos militantes, amigos e simpatizantes do partido, conseguiremos alcançar”, almejou.

SC/AA

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos