Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal/Carnaval: Gaviões e Pacthê Parloa brindam salenses com muito brilho e folia

Espargos 26 Fev. (Inforpress) – Os dois grupos oficiais do Carnaval, na ilha do Sal, Gaviões e Patchê Parloa, brindaram mais uma vez os salenses com muita folia e brilho, nos desfiles desta terça-feira, na cidade dos Espargos.

Gaviões de Hortelã foi o primeiro grupo a desfilar na avenida de Morro Curral, que, sob o enredo “Piratas nas Aguas de Yemanja“, ostentado em nove alas e dois carros alegóricos, fez uma homenagem ao oceano, chamando a atenção para a protecção dos mares.

O presidente do grupo Gaviões, José do Rosário, também conhecido por Zeca, destacou o enorme esforço feito pelo grupo, para poder sair às ruas este ano, uma vez que, conforme sublinhou, o nível e a qualidade da festa do Rei Momo na ilha, vão se elevando a cada ano.

“Fizemos um orçamento de dois mil e tal contos, mas não conseguimos atingir nem metade da verba, não ajuda em nada, mas com o esforço de todo o staff, foi possível sairmos à rua para abrilhantar o Carnaval no Sal, explicou.

“Conseguimos colocar bom trabalho nas ruas, toda a gente gostou, o público gostou, isto para Gaviões é suficiente”, exteriorizou.

Patchê Parloa foi o segundo e último grupo a entrar no “sambódromo” do Morro Curral, brindando o público com o enredo “Amazónia e as suas raízes”, tendo desfilado, igualmente, com dois carros alegóricos, seis alas e mais de 400 foliões.

Segundo Nuno Santos, presidente do Patchê Parloa, não obstante alguns constrangimentos, o grupo apresentou “mais um grande Carnaval”.

“Valeu a pena o esforço de todo o staff que colaborou até o último minuto. Este é um resultado espectacular, colocar um trabalho destes nas ruas não é fácil, sobretudo na ilha do Sal, onde ainda não há abertura de pessoas em apoiar e abraçar esta manifestação cultural”, desabafou.

“Mas pouco a pouco vamos conseguindo. Colocar uma multidão desta nas ruas(…), dá satisfação enorme”, sublinhou.

Por sua vez, o edil Júlio Lopes, manifestando-se satisfeito com o que viu, com o nível e a qualidade do carnaval apresentado no Sal, parabenizou mais uma vez os dois grupos que estiveram nesta competição carnavalesca.

“Este é o maior Carnaval de sempre da ilha do Sal. É a maior enchente. Nunca tivemos um Carnaval com tanta gente, com esta rua completamente cheia. Estamos com dois grupos carnavalescos de alta qualidade“, frisou, observando a “grande folia”, a alegria e energia dos figurantes, das pessoas, desde os pequenos aos mais graúdos.

Considerando os custos que o Carnaval implica, e o impacto que deverá ter como produto turístico, Júlio Lopes apela às entidades, empresas públicas e privadas, hotéis, a apoiarem mais esta manifestação cultural.

“Apelo a todas as entidades públicas e privadas a apoiar o Carnaval no Sal, para que a cada ano possamos ter um carnaval melhor, não só como elemento de cultura, mas também como elemento da nossa oferta turística“, desafiou, concluindo.

Hoje, quarta-feira de cinzas, será a vez da cidade turística de Santa Maria receber o desfile dos dois grupos oficiais, a partir das 15:00, na Avenida dos Hotéis, onde será conhecido o vencedor do Carnaval Sal 2020, e atribuído os prémios individuais e coletivos.

CF/SC/JMV

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos