Ilha do Sal: Candidatura da morna a Património Imaterial da Humanidade promovida no Festival Literatura-Mundo

Espargos, 23 Jun. (Inforpress) – O espaço do Festival Literatura-Mundo, que decorre na ilha do Sal há três dias, foi igualmente aproveitado para promover a morna, enquanto candidata a Património Imaterial da Humanidade.

Para a coordenadora do dossiê da candidatura, Sandra Mascarenhas, este pronunciamento perante a presença de escritores, professores e especialista em literatura de diversas latitudes permite às pessoas conhecerem um pouco sobre esse género musical de Cabo Verde e ajudar na eleição.

“É sempre bom aproveitarmos palcos como estes para fazer a promoção da candidatura da morna, já que isso pode ajudar nesta promoção além-fronteiras”, considerou a responsável, informando que o processo de candidatura da morna foi aceite, estando entre as 50 a serem analisadas e decididas em Dezembro de 2019.

“Como todas as candidaturas a património material (…), o processo é stressante. Num período recorde fizemos o inventário da morna, em todos os cantos do país, a nossa candidatura foi aceite, isto quer dizer que conseguimos avançar e quem entrar na página da UNESCO vai encontrar a candidatura da morna”, manifestou.

Sandra Mascarenhas disse estar convencida de que a candidatura da morna a Património Imaterial da Humanidade sairá vencedora, já que se conseguiu dar resposta às solicitações dos critérios.

“Eu vejo a morna com enormes possibilidades neste momento”, concluiu.

SC/AA

Inforpress/Fim

 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos