Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal: “Bootcamp Viveiro Empreendedor” leva 250 finalistas à fase de Formação

Espargos, 17 Jun (Inforpress) – O programa “Bootcamp Viveiro Empreendedor”, promovido pela Câmara Municipal do Sal, conduziu 250 finalistas à fase de formação, cujo encerramento da denominada “Semana de Boas Vindas” e de enquadramento do formato das formações teve lugar hoje.

O programa “Bootcamp Viveiro Empreendedor” que tem como propósito o empoderamento dos jovens, destinado a projectos individuais ou equipas que queiram testar e validar o modelo de negócio da sua ideia, contou com mais de 600 inscrições das quais 250 foram seleccionadas.

Lançado em Março do ano em curso, passado a fase de inscrições, que correu “muito bem”, conforme a coordenadora do projecto, Ânia Évora Pina, avança-se agora com a organização das turmas para se dar início ao “Bootcamp Viveiro Empreendedor”, cujas formações prolongam-se até ao mês de Setembro.

Para o encerramento da “Semana de Boas Vindas”, tendo em conta o número de selecionados, o grupo foi dividido em dois, Espargos e Santa Maria, em espaços que permitam cumprir com as normas de segurança da actual conjuntura.

Em Santa Maria, a actividade terá lugar esta sexta-feira, a partir das 17:00 num dos hotéis da cidade turística.

“Chegamos hoje ao fim registando um comportamento espectacular dos formandos, que cumpriram com as regras de segurança”, frisou Ânia Évora Pina.

A formação propriamente dita começa já no dia 21 de Junho, devendo terminar em Setembro.

O programa conta com formações diversas e aborda “temas relevantes” para a construção de um modelo de negócio, tais como contextualização das ideias e desafios do empreendedor, segmentação de clientes e proposta de valor, como realizar um ‘pitch’ e validar o modelo de negócio, construir uma estratégia de implementação do negócio e formas de explorar as oportunidades. 

A partir desta fase, segundo Ânia Évora Pina, haverá uma primeira triagem dos cem melhores e destes sairão os trinta premiados com a bolsa de 200 mil escudos cada, “não reembolsáveis”, devendo beneficiar, também, de uma consultoria/mentoria individualizada para os apoiar na implementação dos seus negócios.

O “Bootcamp Viveiro Empreendedor” vai ajudar os empreendedores salenses nas diversas fases do processo de criação e desenvolvimento de novos negócios, promoção de emprego e fontes de rendimento, apoio à criatividade e ao empreendedorismo, entre formações diversas.

O programa conta com a parceria da Pro Empresa e das associações comunitárias, e é financiado pelo Fundo de Descentralização de Cabo Verde, através da embaixada do Grão-Ducado do Luxemburgo em Cabo Verde e do PNUD.

SC/HF

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos