Search
Generic filters
Exact matches only
Search in title
Search in content
Search in excerpt
Filter by Categories
Politica
Desporto
Economia
Sociedade
Ambiente
Cooperação
Cultura
Internacional
Destaques
Eleições

Ilha do Sal: Autarquia promove campanha de limpeza nas praias para remoção de lixos provenientes das correntezas (c/áudio)

Espargos, 20 Mai. (Inforpress) – A Câmara Municipal do Sal promove, este sábado, uma campanha de limpeza nas diferentes praias da ilha, para remoção de lixos grossos provenientes das correntezas, no âmbito do Dia Internacional da Biodiversidade, assinalado hoje, 20 de Maio.

Durante o primeiro período de dia de sábado, das 08:00 às 12:00 os participantes na campanha, envolvendo munícipes e outros parceiros vão retirar lixos grossos que chegam às praias de Calhetinha, Água Doce e Fiura por via das correntezas, também por actividades levadas a cabo pelos munícipes.

Entretanto, o coordenador dos Serviços de Limpeza Pública, Gestão Canina e Assuntos Operacionais, Carlos Xavier, explicou em declarações à Inforpress que 99 por cento (%) desses resíduos são provenientes de outras paragens através das correntezas.

Segundo este responsável, a actividade realizada no âmbito do Dia Internacional da Biodiversidade, tem como propósito despertar a sensibilização, a cidadania ambiental, já que todos são chamados a exercer a prática, o dever da preservação do meio ambiente.

Carlos Xavier assegurou que periodicamente a câmara municipal e parceiros realizam limpezas nas diferentes praias da ilha, conforme o Plano Anual de Educação Ambiental, que acautela, por outro lado, o período de desova das tartarugas, e que as campanhas são, normalmente, organizadas nas datas comemorativas.

Esta campanha conta com a colaboração da Delegação do Ministério do Ambiente, o Projecto Biodiversidade, Forças Armadas, mais associações, esperando-se a presença voluntária de munícipes, já que as praias são um bem de uso comum, e a cidadania ambiental visa promover o exercício de boas práticas e a participação pública, individual e colectiva para as questões do ambiente e do desenvolvimento equilibrado e sustentável. 

“Quanto mais participantes mais praias conseguiremos limpar, visando a preservação da nossa biodiversidade, preparando ao mesmo tempo para a retoma do turismo”, disse o coordenador, segundo o qual nessas praias encontram-se alojados vários tipos de resíduos, desde plásticos, garrafas petes, resíduos provenientes da indústria pesqueira e alguns metais.

Além de Calhetinha, Água Doce e Fiura, praia de Parda, Baía de Tubarão, Baía de Pesqueirona, que vai de Pedra de Lume até Ilhéu de Chane, serão igualmente alvo de limpeza, entre outras praias da zona norte da ilha.

SC/ZS

Inforpress/Fim

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
  • Galeria de Fotos